conecte-se conosco


POLICIAL

Trio é preso pela PM com porções de maconha em Cuiabá

Publicados

em

A Polícia Militar prendeu em flagrante três homens, de 19, 20 e 24 anos, pelo crime de tráfico ilícito de drogas, no final da noite desta quarta-feira (22.06), em Cuiabá. Com os suspeitos, foram apreendidas 15 porções e tabletes de substância análoga a maconha.

Por volta de 22h50, durante patrulhamento pela avenida Doutor Meirelles, os policiais militares do 9º Batalhão identificaram dois homens, que se portaram de maneira suspeita diante da presença da PM. Foi realizado procedimento de abordagem em ambos, sendo encontrado uma porção de maconha com um dos suspeitos.

A dupla foi indagada sobre a procedência da droga e um dos homens revelou que havia acabado de comprar o entorpecente com o suspeito que estava em sua companhia que, por sua vez, revelou que teria comprado a droga de um terceiro homem, que morava na região.

Os policiais militares se deslocaram até o endereço informado pela dupla e encontraram o terceiro suspeito sentado em frente a sua residência. No momento da abordagem, o homem se exaltou e resistiu a abordagem, sendo necessário o procedimento de imobilização para sua abordagem. 

Leia Também:  Polícia Civil e parceiros atuam em operação de combate ao desmatamento ilegal no norte de MT

Em revista ao suspeito, os policiais militares encontraram um pote onde estavam algumas porções de maconha. A equipe ainda adentrou a residência do suspeito e encontraram mais quantidade da mesma droga em um tablete e em uma sacola. Além disso, também foram apreendidos uma balança de precisão e a quantia de cerca de R$ 200,00 em dinheiro.

Diante da situação, os três suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados para à Central de Flagrantes, junto com todo o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências do caso.

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

 
Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Paccola diz que matou agente penal por legítima defesa para neutralizar ameaça

Paccola deu voz de prisão, mas o homem não se rendeu, e teria feito um movimento em direção ao vereador, que reagiu atirando.

Publicados

em

Por

RepórterMT

O vereador de Cuiabá, tenente coronel Marcos Paccola emitiu nota explicando as circunstâncias que o levaram a atirar e matar um homem na região do Goiabeiras, na noite de sexta-feira (01). Ele alegou que agiu em legítima defesa e lamentou a morte.

O homem que morreu foi identificado como sendo um agente penal do Complexo Pomeri, chamado de Japão. Ele, segundo o parlamentar, estava armado, ameaçando matar uma mulher.

O vereador disse que passava pelo local, quando viu várias pessoas aglomeradas, relatando que o homem estava fora de controle, ameaçando populares e dizendo que iria matar a mulher Paccola deu voz de prisão, mas o homem não se rendeu, e teria feito um movimento em direção ao vereador, que reagiu atirando.

Na nota Paccola diz que agiu para neutralizar a ameaça.

“No dever de proteger, agiu da forma que foi treinado e neutralizou a ameaça em legítima defesa própria e de terceiros, ele agiu efetuando disparos contra o indivíduo, que infelizmente foi a óbito (…) A perda de uma vida é sempre irreparável, porém o dever de servir e proteger está acima de qualquer situação, o treinamento do Tenente Coronel Paccola permitiu que que os danos aos presentes e a sociedade fossem minimizados e que todas as demais vidas fossem preservadas”, destacou a nota.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista embriagado atropela ciclista e acaba preso com arma de fogo e munições em Nova Mutum-MT
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: