conecte-se conosco


MATO GROSSO

SORRISO: Idoso de 82 anos ‘prende’ funcionária em quarto e pede para mamar

Acusado ainda teria dito que se não fosse para manter relações sexuais com ele, a funcionária não tinha serventia.

Publicados

em

Reprodução

Uma mulher de 37 anos, nome não divulgado, que trabalhava como funcionária doméstica na casa de um idoso de 82 anos, denunciou o patrão à polícia após ela sofrer assédio sexual, moral e cárcere privado na residência do acusado, em Sorriso (420 km da Capital).

De acordo com a ocorrência, a mulher trabalhava para o idoso há pouco tempo, no entanto, nos últimos dias o patrão teria pedido para que a funcionária se mudasse para casa dele, já que tinha quarto vago e ela poderia morar lá.

Após a mudança recente, a vítima começou a sofrer os assédios. Segundo ela, o idoso falava que a funcionária tinha ‘seios bonitos’ e que ele queria dar uma ‘mamada’.

Diante da recusa, o patrão comunicou à vítima que “se fosse para ela morar na casa dele teria que manter relações sexuais, caso contrário, a funcionária não tinha serventia”. Em seguida, o acusado trancou a funcionária no quarto e a manteve presa.

A vítima, para se salvar, conseguiu pular a janela do cômodo e pedir ajuda a vizinhos, quando descobriu pelas testemunhas que o idoso já tinha histórico de assediar as mulheres que contratava para trabalhar na casa dele, inclusive, com intervenção da polícia.

Leia Também:  Polícia de Denise apreende mais de 80 quilos de peixe proveniente de pesca irregular.

A mulher seguiu para a Delegacia de Polícia Civil, onde relatou os fatos e ressaltou que todas as suas coisas estão na casa do patrão e que ele não a deixa retirar seus pertences, inclusive seus documentos pessoais.

A ocorrência foi registrada por crimes de assédio sexual, cárcere privado e preservação de direito e os investigadores tomaram as providências cabíveis ao caso.

por Mário Andreazza/RepórterMT

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Polícia Civil prende integrantes de associação criminosa e apreendem armas de fogo, drogas e munições

Publicados

em

Por

Quatro integrantes de uma associação criminosa foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (01.07), na zona rural de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), durante investigações continuadas para apurar o duplo homicídio ocorrido no município. 

A ação resultou na apreensão de duas armas de fogo, várias munições e porções de maconha. Os envolvidos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e para o tráfico de drogas.

Nas diligências, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia, por meio da Divisão de Homicídios, identificaram uma propriedade rural usada pelos suspeitos para planejar os crimes e para se esconderem.

Diante das informações, a equipe foi até o local e, ao se aproximarem, perceberam a presença de alguns indivíduos, que fugiram para dentro de uma área de mata. No interior do imóvel, foram encontradas as armas de fogo, munições, uma tornozeleira eletrônica e porções de maconha.

Na casa também havia uma mulher e uma criança. Um dos presos possui passagem pelos crimes de sequestro, cárcere privado, furto, roubo, corrupção de menores, tráfico de drogas, receptação e lesão corporal. 

Leia Também:  Homem foi preso por mandado em Nobres

Os suspeitos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e associação para o tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, eles foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: