conecte-se conosco


MATO GROSSO

Sexta-feira (14): Mato Grosso registra 575.014 casos e 14.122 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (14.01), 575.014 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.122 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 2.992 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 575.014 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.314 estão em isolamento domiciliar e 546.851 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 135 internações em UTIs públicas e 97 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 84,38% para UTIs adulto e em 22% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (115.745), Várzea Grande (42.278), Rondonópolis (39.027), Sinop (27.478), Sorriso (19.116), Tangará da Serra (18.674), Lucas do Rio Verde (16.094), Primavera do Leste (15.572), Cáceres (12.637) e Alta Floresta (11.808)

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Seduc publica edital para inscrição de alfabetizadores do Programa Mais MT Muxirum

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no país. Os dados serão atualizados e divulgados assim que forem restabelecidos o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Leia Também:  Sexta-feira (28): Mato Grosso registra 620.936 casos e 14.258 óbitos por Covid-19

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

“Não vou parar mais nada, agora é vacina”, diz Mauro Mendes

Governador diz que medidas de segurança devem se manter diante da pademia, mas não cogita reimplantar ações restritivas à economia

Publicados

em

Por

Governador Mauro Mendes
Reprodução da Internet

Fonte: O Livre

O governador Mauro Mendes disse nesta sexta-feira (28) que não cogita readotar medidas restritivas para conter a alta diária de contágio pela variante ômicron, do novo coronavírus, crescente nas últimas semanas.

“Não dá mais para ficar fechando tudo. Nessa pandemia, já está comprovado que quem tomou primeira dose, segunda dose, dose de reforço, ela [a doença] já se tornou uma gripezinha . Agora, é vacina. Eu não vou mais fazer nenhuma licitação para conter os casos”, disse.

Alguns municípios em Mato Grosso começaram a reimplantar as medidas de limite de funcionamento para estabelecimentos comerciais, igrejas, a proibição de atividades coletivas em espaços públicos e o toque de recolher.

A justificativa dada nos decretos pelos prefeitos é o surto da gripe H3N2 e a elevação dos novos casos diários da covid-19. Até o ano passado, a implantação das medidas de biossegurança ou a suspensão delas vinha sendo orientada por decretos estaduais.

Os boletins diários da Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostram que, em 2022, a curva de contágio voltou subir, com picos acima de 5 mil novos casos ao dia. A alteração foi acompanhada pela taxa de ocupação de leitos mais alta, mas a média de mortes se mantém semelhante à do ano passado.

Leia Também:  Sexta-feira (28): Mato Grosso registra 620.936 casos e 14.258 óbitos por Covid-19

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: