conecte-se conosco


MATO GROSSO

Segurança Pública garante primeiro jogo da Copa América sem incidentes

Publicados

em


O primeiro jogo da Copa América em Cuiabá foi realizado sem nenhum incidente e seguiu conforme o planejamento elaborado pela Câmara Temática de Grandes Eventos. Os treinos, a escolta e a segurança no entorno do estádio também não houve ocorrência policial. Os jogos foram de portões fechados, devido a Covid-19.

“Mesmo sem público, a Segurança Pública fez a sua parte, garantindo a segurança no entorno do estádio. Não houve nenhuma ocorrência policial relativa a realização do jogo, os bares no entorno da Arena Pantanal não estavam lotados e tudo seguiu conforme o esperado”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Na noite de domingo (13.06), Bustamante acompanhou pessoalmente a estrutura de segurança montada no entorno da Arena Pantanal. Houve uma manifestação de um grupo de enfermeiros no portão de acesso a entrada das delegações, mas foi pacífico e com poucas pessoas.

Somente no dia do jogo foram empregados quase 140 servidores para a segurança pública do evento. São membros da Polícia Militar, Politec, Polícia Penal, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Além de outros 23 servidores integrantes da Defensoria Pública, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Ministério Público e Poder Judiciário, por meio do Juizado do Torcedor e de Grandes Eventos.

Leia Também:  Seciteci formaliza termo de cooperação com prefeitura de Querência para ofertar cursos técnicos

Além disso, também houve emprego do efetivo de servidores do Samu, da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá e da Guarda Municipal de Várzea Grande.

O próximo jogo na Arena Pantanal será na sexta-feira (18.06), entre Chile e Bolívia, às 17 horas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Quatro das 141 prefeituras de Mato Grosso contratam mão de obra de recuperandos

Publicados

em

Por


Nove prefeituras de Mato Grosso têm parceria com a Fundação Nova Chance (Funac) na contratação da mão de obra de recuperandos. Quatro delas – Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Nobres – estão com presos trabalhando atualmente, as demais estão em processo de renovação do convênio.

Juntas, as quatro prefeituras empregam a mão de obra de 169 pessoas. Eles são remunerados com um salário e o benefício é revertido em parte para família, uma parte para ele poder comprar algo na cantina da unidade penal e a terceira parte ele acessa quando sair o alvará de soltura.

Atualmente 570 recuperandos estão trabalhando em Mato Grosso. As prefeituras, empresas e outros órgãos públicos realizam contratações sem necessidade de licitação, sem encargos trabalhistas e beneficia pessoas em situação de vulnerabilidade.

“A contratação da mão de obra de recuperandos reflete diretamente na segurança pública, pois reduz a reincidência além contribuir com a renda familiar. São vagas de trabalho remunerado, que também impactam na economia”, destacou o presidente da Funac, Emanoel Flores.

Leia Também:  PM encontra garimpo ilegal e encaminha sete homens à Delegacia em Novo Mundo

Os órgãos públicos estaduais são os maiores empregadores de mão de obra de presos, com 232 presos contratados. Além disso, há mão de obras de presos contratados pela Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso (OAB/MT), Defensoria Pública e 14 empresas entre cooperativas e empresas privadas.

Também está em tramitação na Funac a parceria com a empresa VG Reciclagens para 18 vagas de recuperandos do regime fechado e Termos de Cooperação com a MTI e ampliação da mão de obra utilizada pela Sesp. Novo contrato será para serviços de jardinagem para as forças de segurança.

Sobre a Funac

A Fundação Nova Chance – Funac é a instituição vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública que tem a missão contribuir para a reinserção social de homens e mulheres privados de liberdade e egressos, ressocializando-os por meio de educação, profissionalização, trabalho, geração de renda e assistência à família, com servidores qualificados e parceiros corresponsáveis.

Com forte atuação no encaminhamento para o trabalho, a Funac tem firmado parcerias com instituições públicas e privadas. A seleção das pessoas do regime semiaberto é feita pela Fundação, apoio na regularização documental e bancária, além de orientação e fiscalização.

Leia Também:  Instauração de tomada de contas pressupõe a existência de dano ao erário
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA