conecte-se conosco


ROSÁRIO OESTE

Policial Penal de Rosário Oeste é mais uma vítima da Covid-19

Publicados

em

O Policial Penal Jesuíno Moreira Lemes (popular Pituquinha), morador do bairro Nossa Senhora Aparecida em Rosário Oeste, foi mais uma vítima do Vírus Covid-19.

Ele faleceu na manhã deste domingo (25/04/2021), por volta das 8 horas da manhã.

Segundo informações da família, o Policial que tinha 45 anos, foi internado no Hospital Municipal no dia 09/04/2021 com sintomas do novo coronavírus Covid-19.

No dia 11/04/2021 Jesuíno foi transferido para a Santa Casa de Cuiabá, onde ficou internado até este domingo, quando não resistiu aos sintomas do Vírus e veio a óbito.

Um cortejo está previsto para sair na tarde de hoje, às 15h30min., da pracinha do Bairro Nossa Senhora Aparecida, em direção ao Cemitério Municipal, com a participação de familiares e amigos que darão o último adeus ao Policial Penal.

Por Página1

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rosariense é preso em Nova Mutum transportando peixes proveniente da pesca proibida
Propaganda

CIDADES

Rosário Oeste pode desaparecer caso sejam construídas hidrelétricas acima das barragens, explica defensor.

Distrito de Nossa Senhora da Guia, Acorizal e Rosário Oeste podem desaparecer caso hidrelétricas sejam construídas acima das barragens, explica defensor ambiental.

Publicados

em

Por

Fonte: PNB On Line

Grupo quer alertar população para riscos da construção de hidrelétricas no rio Cuiabá.

A Pastoral da Ecologia Integral, em parceria com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) promoveu nesta quarta-feira (10.08), às 17h, um ato ecumênico e inter-religioso em defesa do rio Cuiabá e do Pantanal. O ato foi realizado nas imediações da Igreja do Rosário e de São Benedito.

O objetivo da manifestação foi convencer os deputados estaduais a derrubarem o veto do governador Mauro Mendes, que facilita a construção de seis barragens e instalações hidrelétricas no rio Cuiabá, no trecho entre a capital e o município de Nobres, assim como já está acontecendo em outros rios da bacia do Alto Paraguai. O Projeto de Lei que proíbe a construção dessas barragens já foi aprovado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso com 12 votos favoráveis, duas abstenções e nove ausências.

O mestre em Sociologia da Universidade Federal de Mato Grosso e defensor ambiental, professor Juacy da Silva explica que caso sejam construídas as hidrelétricas, acima das barragens poderá haver alagamento, ocasionando no desaparecimento de distritos como o de Nossa Senhora da Guia, Acorizal e Rosário Oeste.

Leia Também:  Vice Presidente da Câmara e parceiros iniciam projeto capacitar com curso de pintura em tela.

Já abaixo das barragens, poderá ocorrer a seca do Pantanal e a alteração no regime das chuvas. “Com o Pantanal seco não haverá mais vidas e poderá afetar toda a biodiversidade. O Pantanal seco é sinal de morte e não de vida”, ressaltou o professor.

“Nós cristãos precisamos defender as obras da criação e o Rio Cuiabá e outros rios que formam a bacia do Alto Paraguai, e consequentemente o Pantanal, estão correndo o risco de secarem e morrerem em decorrências de umas barragens que estão sendo construídas e outras que estão querendo construir”, completou Juacy, reforçando o convite à população para comparecer no ato, que ocorrerá nas imediações da Igreja do Rosário e São Benedito.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: