conecte-se conosco


POLÍTICA MT

PL propõe local de apoio para trabalhador por aplicativos

Redação

Publicados

em


PL de Elizeu Nascimento foi apresentado em sessão plenária da ALMT

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Os motoristas e entregadores por aplicativos que atuam Mato Grosso poderão ter pontos de apoio com banheiro, chuveiros, vestiários, refeitório, além de sala para descanso com acesso à internet sem fio e estacionamento de motocicletas e bicicletas. 

 É o que propõe o Projeto de Lei (PL) nº 25/2021, de autoria do deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL), que prevê uma parceria público-privada (PPP) entre o governo do estado e empresas que atuam na área.  

 O texto diz que caberá às empresas devidamente autorizadas, conforme legislação sobre o assunto, e interessadas na parceria, a construção, manutenção e garantia de funcionamento dos postos de apoio.  

 Na justificativa, a matéria avalia que os serviços de transporte e entrega têm aumentado no Brasil, significando uma alternativa para o desemprego e uma fonte de sustento de milhares de famílias.  

 Sabe-se que a informalidade contribuiu para a diminuição do desemprego no país e a retirada de indivíduos da situação de pobreza. Grandes marcas como Uber, 99 e Ifood, pioneiras nos respectivos ramos aqui no Brasil, tornaram-se símbolo da possibilidade de trabalho para muitos que estavam na ociosidade, não restando qualquer dúvida que estas e outras empresas foram fundamentais para a criação de postos de trabalho. “Por esse motivo, vejo a necessidade de avanço em algumas áreas relacionadas a estas categorias. Uma delas é justamente a questão humanitária desses trabalhadores, uma vez que a grande maioria destes passam muitas horas nas ruas, sem ter um lugar de repouso ou mesmo um simples banheiro para utilizar”, justificou Elizeu Nascimento. 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Comissão de Educação solicita reserva de vacina a professores de MT
Propaganda

POLÍTICA MT

Diretores da Aneel não compareceram à oitiva da CPI da Energisa

Redação

Publicados

em

Por


Foto: MARCOS LOPES / ALMT

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa estava preparada para realizar uma oitiva com os diretores da Aneel nessa quarta-feira (07), no entanto os diretores encaminharam um e-mail, no dia anterior, avisando que não iriam participar. A reunião seguiu o rito normalmente pontuando e colocando em votação pontos importantes. 

Foram aprovados assuntos importantes, como o ofício respondido pela Aneel acatando o pedido feito na terça-feira (06) para consignar o não reajuste anual da tarifa de energia elétrica durante o período em que vigorarem medidas de contenção ao avanço da covid-19, e prorrogou o reajuste que seria feito em 08 de abril. A agência, via e-mail, elogiou o empenho feito pela CPI em apresentar os reais motivos para que o reajuste não fosse realizado.

Durante a reunião foi aprovado o oficio nº 080/2021, que tem o objetivo informar a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o prazo de dias corridos, em caráter excepcional, relativo aos encargos setoriais arrecadados na rubrica conta de desenvolvimento energético – CDE, os montantes anuais pagos pelos consumidores de Mato Grosso em suas contas de energia elétrica.

O presidente da CPI da Energisa, deputado Elizeu Nascimento (PSL), anunciou que os trabalhos presenciais da CPI irão ser suspensos devido à pandemia. “É preciso oficializar a paralização para que seja bloqueado o tempo máximo que é de 180 dias. No entanto, continuaremos trabalhando e a equipe técnica continuando atuando, inclusive aprovamos que seja feito um planejamento técnico para que a CPI aponte uma solução acerca do reajuste, principalmente antes ao índice”, destacou o presidente.

Elizeu ainda destacou sua preocupação em relação a essa postergação temporária. “Sabemos que essa postergação é temporária, por esse motivo a equipe técnica estará trabalhando arduamente para que não tenhamos um aumento de dois dígitos, o que está sendo cogitado seria 16% até 19%, como está previsto. Vamos trabalhar para que a população não venha ser ainda mais lesada”, frisou Nascimento. 

Participaram da reunião os parlamentares os membros da CPI da Energisa-MT, o presidente Elizeu Nascimento, relator Carlos Avallone (PSDB) e o deputado Faissal Calil (PV).

Os diretores da Aneel, que estavam convidados para a oitiva, enviaram um e-mail informando que não iriam comparecer à reunião. A justifica, de acordo com o comunicado, seriam  compromissos assumidos anteriormente.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Diretor-geral da Aneel não comparece à oitiva da CPI da Energisa
Continue lendo

CIDADES

CIDADES2 dias atrás

PMs de Rosário Oeste, Jangada e Acorizal abordam ônibus na rodoviária de Jangada e recuperaram arma de fogo e munições furtadas no ano passado.

Por volta da 00h30min deste sábado (10), as guarnições do 7º Batalhão da PM sediado em Rosário Oeste e dos...

CIDADES2 dias atrás

PM realiza abordagens na cidade de Jangada e detém indivíduo com mandado de prisão

Durante esta tarde de sexta-feira (09), policiais militares do 7° BPM e da Força Tática do Regional PM de Várzea...

CIDADES2 dias atrás

Prefeito de Diamantino exonera Secretária de Assistência Social e vai nomear rosariense no lugar

Marta Scardua não é mais secretária municipal de Assistência Social. A informação foi confirmada pelo próprio prefeito às 20:00 horas...

CIDADES2 dias atrás

Dois acidentes são registrados nesta sexta-feira na BR-163 em Nova Mutum-MT

Dois acidentes envolvendo três veículos, um de passeio e dois de carga foi registrado na tarde desta sexta-feira (09), por...

CIDADES3 dias atrás

PRF apreende droga avaliada em média de R$ 5 milhões no Km 499 da BR-364 em Jangada

Na tarde desta quarta-feira (07), a equipe da PRF, abordou no km 499 da BR 364 em Jangada/MT, após abordagem...

CIDADES3 dias atrás

NOBRES: Após denúncia, homem é preso com cinco quilos de maconha no bairro Ponte de Ferro

O.C. de 47 anos foi preso na tarde desta quinta-feira (07), no bairro Ponte de Ferro com 5 kg de...

CIDADES3 dias atrás

Polícia Civil localiza mais R$ 150 mil em defensivos agrícolas em região de mata em Diamantino

  Camila Molina/Polícia Civil-MT Mais uma grande quantidade de defensivos agrícolas de origem ilícita foi encontrada pela Polícia Civil nesta...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA