conecte-se conosco


CIDADES

Paróquia é invadida suspeitos quebram sacrário e jogam hóstias no chão

Lá dentro eles reviraram várias salas da parte administrativa. Abriram armários, gavetas e bagunçaram o material da liturgia.

Publicados

em

Fonte Gazeta Digital

Paróquia Nossa Senhora da Boa Morte, localizada na rua Floriano Peixoto, no Centro de Cuiabá, foi invadida na madrugada desta terça-feira (31) e teve o sacrário vandalizado. Vários objetos foram jogados pelo local, inclusive as hóstias. Até o momento não há informações sobre bens furtados.

Comunicado que circula nas redes sociais é da administração da paróquia. Um dos membros da comunidade local afirmou que perto do sino, no teto da igreja, foi flagrado um buraco. Acredita-se que os suspeitos tenham retirado as telhas para conseguir acesso ao interior.

Igreja da Boa Morte

Lá dentro eles reviraram várias salas da parte administrativa. Abriram armários, gavetas e bagunçaram o material da liturgia. Já dentro da igreja, no altar, o sacrário foi quebrado.

No comunicado, a administração afirma que “o sacrário foi profanado e as hóstias jogadas no chão”. A paróquia está localizada há poucos metros da nova concentração de usuários de drogas do Centro de Cuiabá, o Cemitério da Piedade.

Leia Também:  Sine Municipal disponibiliza 694 vagas nesta segunda-feira (28)

Furto Igreja Boa Morte

Dezenas de pessoas estão em situação de rua na região. Algumas ainda lidam com o vício em drogas e para fazer o consumo, acabam cometendo delitos.

Leia Também:  Comunidades Rurais de Cocal e Sucuri receberam Carreta da Imunização em Rosário Oeste

Foi informado que a administração da igreja solicitou à Prefeitura de Cuiabá reforço na iluminação da praça Antônio Corrêa. Também foi solicitada a poda de árvores.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Sorriso: Jovem é ameaçado e perde quase R$ 3 mil após trocar mensagem com mulher casada

Publicados

em

Por

Terra MT Digital

Um jovem, de 19 anos, procurou delegacia para relatar que pode ter caído em um golpe após receber uma solicitação de amizade no Facebook, de uma mulher e depois ser ameaçado por dois homens, que entraram em contato via whatsapp.

Segundo o jovem, ele aceitou o pedido de amizade da suposta mulher e começaram a conversar.

Ele passou o número do WhatsApp e depois que estavam conversando e a conversa estava “caliente, dois homens entraram em contato com o jovem por números diferentes pelo WhatsApp, dizendo que o jovem estava mexendo com mulher casada e que seus colegas iriam pegá-lo, que eles eram faccionados e que queriam resolver logo o problema, então pediram uma quantia de R$3000, pra deixar o jovem sem problemas com o esposo da mulher.

O jovem, com medo, realizou cinco transferência no total uma no valor de R$ 1000, cinco no valor de R$ 500 e uma no valor de R$311 totalizando R$2811.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Policiais de Rosário Oeste prendem mais três envolvidos em morte de Douglas Willian
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: