Rosário Oeste

Sábado, 13 de Julho de 2024
17°

Tempo limpo

Rosário Oeste, MT

POLICIAL POLICIAL

Polícia Civil prende diarista que roubou idosa e a manteve em cárcere privado em Cuiabá

A suspeita de 21 anos foi localizada e presa em Pontes e Lacerda, após investigação da DERFVA para apurar o crime

11/07/2024 às 14h43
Por: Página1 Fonte: Assessoria | Polícia Civil-MT
Compartilhe:
Polícia Civil prende diarista que roubou idosa e a manteve em cárcere privado em Cuiabá

Uma jovem de 21 anos foi presa pela Polícia Civil, em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá), por envolvimento em um roubo a uma idosa, na quarta-feira (10.09). O crime ocorrido em Cuiabá causou comoção pela violência em que a vítima foi tratada. 

A suspeita estava com a prisão preventiva decretada, após ação integrada da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores de Cuiabá (DERFVA) e da Delegacia de Pontes e Lacerda.

O crime ocorreu em fevereiro deste, em uma residência no bairro Coophema, na capital. A vítima de 68 anos foi rendida por duas mulheres armadas, amordaçada e mantida em cárcere privado, enquanto as suspeitas reviravam o imóvel.

Foram roubados diversos objetos e o veículo da idosa. As criminosas também realizaram transferências bancárias fraudulentas com o aparelho celular da vítima.

Em diligências, a DERFVA descobriu que a jovem de 21 anos havia começado a trabalhar como diarista na casa da idosa dias antes do roubo, o que facilitou a entrada da dupla, pois elas usaram o cartão de acesso obtido com a confiança da vítima.

Com base nos indícios e provas de autoria, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva das investigadas, que foi decretada pela Justiça.

Após deferimento das ordens judiciais, e, diante do fato da suspeita residir em Pontes e Lacerda, foi solicitado apoio à Delegacia de Polícia da cidade, que localizou e prendeu a procurada em uma residência no bairro Jardim Morada da Serra.

Em seguida a investigada foi conduzida para as providências cabíveis, sendo apresentada e colocada à disposição do Poder Judiciário.

Conforme o delegado titular da DERFVA, Diego Alex Martimiano da Silva, a prisão da suspeita é um passo importante no desmantelamento dessa quadrilha especializada em roubo a residências.

“A Polícia Civil segue empenhada na identificação e prisão dos demais integrantes do grupo criminoso. Qualquer informação que possa auxiliar nas investigações pode ser repassada de forma anônima através do Disque Denúncia 197’, destacou o delegado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias