Rosário Oeste

Domingo, 14 de Julho de 2024
17°

Tempo limpo

Rosário Oeste, MT

CIDADES POLICIAL

Corpo de homem que perdeu quase R$ 200 mil no “jogo do tigrinho” foi localizado em estado de decomposição

Marcos Roberto Machado, de 52 anos, estava desaparecido há mais de 40 dias

10/07/2024 às 07h54
Por: Página1 Fonte: Esportes e Notícias
Compartilhe:
Corpo de homem que perdeu quase R$ 200 mil no “jogo do tigrinho” foi localizado em estado de decomposição

O corpo de um homem identificado como Marcos Roberto Machado, de 52 anos, foi encontrado em avançado estado de decomposição dentro de um carro capotado às margens da BR-163, próximo à ponte do rio Arinos, entre os municípios de Diamantino e Nova Mutum. Marcos estava desaparecido há mais de 40 dias.

Nesta terça-feira (09), um usuário da rodovia BR-163 relatou à concessionária Nova Rota do Oeste um acidente envolvendo um Fiat Mobi preto, capotado às margens da rodovia. Acreditando tratar-se de um capotamento recente chamou socorristas e uma ambulância foi imediatamente enviada ao local.

Ao chegar, a equipe de socorro constatou que o acidente era antigo. Dentro do veículo, encontraram o corpo de Marcos Roberto Machado em avançado estado de decomposição. A perícia oficial, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil estiveram no local, realizando os procedimentos de praxe. O caso será investigado pela Polícia Civil.

De acordo com a filha da vítima, Marcos trabalhava como lubrificador, desapareceu no final de maio após perder quase R$ 200 mil em um jogo de azar conhecido como “jogo do tigrinho”. Sua última localização conhecida foi no viaduto de Rosário Oeste, enquanto retornava de Cuiabá para Nova Mutum.

A filha de Marcos conseguiu a última localização do carro através de um AirTag colocado no veículo. Desde então, Marcos não foi mais visto e não entrou em contato com os familiares, e seu telefone estava sem sinal. Nesta terça-feira seu corpo foi finalmente encontrado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias