Rosário Oeste

Domingo, 14 de Julho de 2024
17°

Tempo limpo

Rosário Oeste, MT

POLICIAL ATESTADO FALSO

Policial penal de VG é preso tentando levar morfina para detento na PCE

Servidor disse que se esqueceu dos procedimentos regulares para entrada de medicamentos

10/07/2024 às 07h28
Por: Página1 Fonte: Nicolle Ribeiro/ VGN
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um policial penal, identificado pelas iniciais O.O.V.N., 49 anos, foi preso na tarde de segunda-feira (08.07) após tentar contrabandear 25 ampolas de sulfato de morfina para dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá. Servidor alegou que se esqueceu dos procedimentos regulares.

Em diligências realizadas pela Polícia Civil no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), foi constatado que a receita médica apresentada pelo policial penal é falsa. 

Em relato, o servidor alegou que o medicamento seria destinado a um reeducando preso na unidade prisional, e apresentou aos policiais um receituário médico com a prescrição da morfina.

Ele também afirmou que estava fazendo “um favor” para um familiar do preso, visto que são amigos de longa data, e acabou esquecendo de fazer os procedimentos necessários para entrada de medicamentos na unidade.

Segundo relatório da Polícia Civil, por ser policial penal há 14 anos e estar loteado na unidade penitenciária Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, seria ilógico acreditar que o servidor "se esqueceu" dos procedimentos regulamentares. O medicamento, segundo a polícia, pode causar dependência. 

 

Atestado falso e suspeita de esquema 

 

Os policiais foram até o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) para verificar a autenticidade do receituário médico, onde foi constato, inclusive em contato com o médico que supostamente assinou o receituário, que o documento era falso.

A polícia apura a possibilidade de que o autuado esteja ligado a um grupo criminoso especializado em desviar medicamentos controlados de unidade hospitalares para posteriormente comercializá-los ilegalmente com os receituários médicos falsificados.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias