Rosário Oeste

Domingo, 14 de Julho de 2024
17°

Tempo limpo

Rosário Oeste, MT

CIDADES NOVA MUTUM

Marido esfaqueia a esposa, se esconde debaixo da cama, vai preso, mas foge algemado em Nova Mutum

Homem correu e se escondeu em um matagal

05/07/2024 às 10h58 Atualizada em 05/07/2024 às 11h08
Por: Página1 Fonte: Mauro Fonseca/Power Mix
Compartilhe:
Marido esfaqueia a esposa, se esconde debaixo da cama, vai preso, mas foge algemado em Nova Mutum

Por volta da meia noite e meia desta quinta-feira (04), a Polícia Militar foi acionada via 190 para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua das Amêndoas, no bairro Topázio em Nova Mutum. As primeiras informações dão conta de que uma mulher havia sido esfaqueada pelo marido e trancada dentro de casa.

Ao chegar na casa do casal, os policiais chamaram a vítima pelo nome e ela apareceu muito ensanguentada e com perfurações nos ombros e nas mãos. Dentro da residência, os policiais avistaram o suspeito de 26 anos escondido debaixo da cama. De imediato ele foi algemado e conduzido até a delegacia.

Ainda na delegacia, os bombeiros da 5ª CIBM compareceram e prestaram os primeiros socorros à vítima, uma mulher de 39 anos e posteriormente encaminharam ela para o Pronto Atendimento Municipal, onde ela foi atendida e está fora de perigo.

Enquanto isso, o suspeito desembarcava da viatura preso e quando desceu, em ato desesperado saiu correndo algemado em direção ao lago e na mata que fica nas redondezas adentrou.

Depois de quase 12 horas de busca, finalmente chegou ao fim a caçada ao homem. 

Uma denúncia anônima agora pela manhã (05/07) dava conta de que o agressor em fuga conseguiu se desvencilhar das algemas e teria voltado a cena do crime. Rapidamente uma guarnição dirigiu-se até a casa onde na noite passada o crime teria ocorrido e mais uma vez a mulher estava em cárcere privado. 

Foi necessário arrombar a porta e lá dentro, o agressor estava com um objeto não especificado no boletim de ocorrência e tentava contra um policial. Neste momento fez-se necessário que o policial fizesse um disparo de arma não letal, mas mesmo assim o suspeito não se conteve e resistiu à prisão. 

Como medida definitiva, foi usado contra ele o spray de pimenta, até que ele foi finalmente imobilizado e novamente algemado.

Na delegacia, a mulher relatou que hoje pela manhã quando voltou do hospital foi pêga de surpresa com a presença do fugitivo dentro da casa. Ela relatou aos policiais que não houve tempo de reação e não gritou por socorro por temer que ele tentasse contra sua vida. 

Já o agressor disse aos policiais que feriu-se e ficou com algumas escoriações por ter adentrado a mata correndo para fugir e que conseguiu se livrar das algemas com o uso de um esmeril. 

O agressor de 26 anos permaneceu preso e responderá por fuga, desobediência e resistência a prisão, além de responder nos termos da lei Maria da Penha. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias