conecte-se conosco


CIDADES

NOBRES: Renovação de contrato é prática lícita diz dirigentes do Hospital Laura de Vicunã

Dirigentes do Hospital Laura de Vicunã afirmam que renovação de contrato é prática lícita no Brasil e proprietário registra BO contra acusações

Publicados

em

A renovação do contrato de serviços do Hospital e Maternidade Laura de Vicuña com a Prefeitura Municipal de Nobres, que deveria ser uma ação interna entre as duas instituições, acabou virando noticia em veículos de comunicação que decidiram além de opinar, emitir juízo de valor e fazer denúncias graves que necessitam ser comprovadas, segundo os dirigentes da unidade de saúde.

A discussão sobre renovação de contratos é uma prática comum no país e não é vista como uma “crise”, já que as instituições, patrões e funcionários, lançam mão desta modalidade para rever pontos, que necessitam ser ajustados.

O proprietário do Hospital, inclusive já registrou um boletim de ocorrência para que as situações levantadas sejam comprovadas no âmbito jurídico.

O site Nobres Notícias, foi recebido pelos diretores do Laura na manhã desta segunda-feira (28), que fizeram questão de reforçar o desdobramento que o financeiro faz para atender a demanda com os recursos que dispõe e não deixar nenhum munícipe sem atendimento.

Hoje o Hospital recebe mensalmente da prefeitura o valor de R$ 230 mil reais, mais R$ 50 mil das AIHs e R$ 30 mil de auxílio, em quatro parcelas para o combate ao coronavírus.
Conforme o proprietário, João Fonseca, o setor de finanças fez uma verdadeira “ginástica”, para não prejudicar os atendimentos durante os últimos anos.

Leia Também:  Homem tem traumatismo craniano durante fuga da PM em Nobres

João detalhou que até 2012, o município deixou de quitar valores que foram negociados e pago em parte pelo ex-prefeito Gilmar Sebastião, o Gilmarzinho da Ecoplan, que para não penalizar a população solucionou com os recursos que tinha disponível, em partes o problema.

Para o dono da unidade, o preço dos serviços hospitalares está defasado e a pactuação feita foi respeitada. Além disto a prefeitura repassa 12 parcelas e o hospital arca com 14 folhas de pagamento, entre salários, férias e décimo terceiro.

De acordo com a faturista, Lucinete Kalonga, a Comissão de Acompanhamento de Contratualização (CAC), que tem como um dos membros o vereador Rogério Frazão Sampaio, que é enfermeiro e legislador, fiscaliza os atendimentos e tudo é registrado em ata.

Lucinete enfatizou que a atual administração, não atrasou os repasses durante os 48 meses da gestão e fez os reajustes necessários, durante o período, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Fonte: Elisangela Neponuceno-Nobres Noticias

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Homem foi preso com arma na comunidade de Cedral em Rosário Oeste

Suspeito de 45 anos foi detido com arma e munições após dizer para a polícia que iria caçar

Publicados

em

Por

Por Página 1

No último dia 29/06/2022, por volta das 16 horas, policiais da Patrulha Rural Georreferenciada do 7º BPM de Rosário Oeste faziam rondas pela comunidade do Cedral quando avistaram uma pessoa do sexo masculino transitando em uma motocicleta pela estrada principal daquela comunidade rural e ao perceber a aproximação da viatura de polícia demonstrou certo nervosismo.

O veículo foi parado pelos policias e durante a busca na mochila do condutor foi encontrado uma arma de fogo tipo espingarda calibre 32, 02 ( duas ) munições intactas e alguns pertences.

O homem disse aos militares que estaria indo caçar, mas ao ser indagado sobre o documento de registro da referida arma o mesmo respondeu que não possuía.

O Homem de 45 anos, identificado pelas iniciais B.T.A.C. foi detido e encaminhado para a Delegacia junto com a arma e as munições que foram apreendidas.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem atira no próprio pé durante caça em Alto Paraguai
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: