conecte-se conosco


MINISTÉRIO PÚBLICO MT

Municípios são alertados sobre golpes no WhatsApp envolvendo o MP

Redação

Publicados

em


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso encaminhou procedimento à Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) alertando sobre o golpe que vem ocorrendo em vários estados, em que pessoas estão se passando por membros do Ministério Público ao contatar Prefeituras e Câmaras Municipais por mensagens de WhatsApp para solicitar vantagens. A providência foi adotada com base em orientações repassadas pela Comissão de Preservação da Autonomia do Ministério Público do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). 

No documento, o MPMT ressalta que caso algum representante ministerial, de qualquer Ministério Público, entre em contato diretamente com servidores ou autoridades municipais, é de boa prática a conferência dos dados pessoais e dos números de telefones utilizados junto às respectivas Promotorias de Justiça. A consulta pode ser feita diretamente no sítio eletrônico do Ministério Público a que faz referência o agente.

No CNMP já existe procedimento instaurado para “acompanhar a persecução e repressão a crimes de estelionato e de falsidade ideológica (consumados e tentados) nos quais os agentes se valem do nome de membros ou da Instituição do Ministério Público a fim de auferir vantagens indevidas”.

Leia Também:  Inscrições para I Oficina Tribunal do Júri estão abertas até dia 28

Há, inclusive, relato de que “a logomarca e o nome do Ministério Público Federal estariam sendo utilizados para a prática de golpes na rede mundial de computadores, denominados fishing, através de e-mails encaminhados a cidadãos, em que se noticia que o destinatário estaria sendo intimado para comparecimento em audiências, a fim de que, dada a curiosidade deste, ao clicar na referida mensagem eletrônica, seja instalado no seu computador um malware”.

Em Mato Grosso, já foram registradas ocorrências semelhantes nos municípios de Nobres, Jaciara, Querência e Mirassol D´Oeste. O coordenador do Centro de Apoio Operacional de Segurança da Informação (CAOP/CSI) do MPMT, promotor de Justiça Rubens Alves de Paula, enfatiza que a atuação dos membros é subsidiada pelo próprio Ministério Público e que em hipótese alguma, promotor ou procurador de Justiça solicitaria qualquer valor a quem quer que seja. 

Fonte:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MINISTÉRIO PÚBLICO MT

MP requisita perícia em leitos clínicos e de UTI no Hospital Santa Rita

Redação

Publicados

em

Por


A 1ª Promotoria de Justiça Cível de Alta Floresta (a 803km de Cuiabá) requisitou à Secretaria Municipal de Saúde e ao Escritório Regional de Saúde a realização de perícia no Hospital e Maternidade Santa Rita, envolvendo todos os leitos clínicos e de unidade de terapia intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19, conveniados ou não ao Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme o promotor de Justiça Luciano Martins da Silva, a finalidade é investigar eventual falta de equipamentos, falta ou racionamento de medicamentos ou insumos, inclusive oxigênio, bem como irregularidade na composição das equipes técnicas.     

A vistoria está agendada para esta quinta-feira (15). O membro do Ministério Público reforçou a necessidade de que ela contemple também os leitos particulares, uma vez que, por ocasião da última vistoria realizada na unidade, um dos médicos da UTI Covid relatou que aparelhos dos leitos particulares foram temporariamente deslocados para os leitos conveniados ao SUS, a fim de ocultar a falta de equipamentos na ala pública. O prazo é de 10 dias para encaminhamento de relatório ao MPMT.    

A Promotoria instaurou notícia de fato após a visita técnica conjunta realizada em março deste ano no hospital. Na época, o foco foi verificar equipe, medicamentos, insumos e equipamentos disponíveis na terceira UTI Adulto Covid-19, com cinco leitos para atendimento ao SUS. Isso porque o hospital já possui outras duas alas para tratamento exclusivo de pacientes infectados pelo Novo Coronavírus, cada uma com 10 leitos. A terceira está sendo preparada para também dispor de 10 leitos. Contudo, atualmente possui cinco leitos equipados, totalizando 25.  

“No final da vistoria, constatou-se que o Hospital e Maternidade Santa Rita não possuía a quantidade suficiente de respiradores para os 25 leitos existentes, entretanto, foi informada a aquisição de 7 novos respiradores, que chegariam até 17/03/2021, o que supriria a necessidade. Além disso, não foi possível verificar a quantidade exata de profissionais da assistência, bem como, constatou-se a necessidade de organização e padronização de kits e carrinhos para emergência. Por fim, verificou-se a falta de insumos”, observou o promotor de Justiça sobre a inspeção realizada em março.   
 

Leia Também:  Lista definitiva - Edital 203/2021
Fonte:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

CIDADES8 horas atrás

NOBRES: Homem é preso após ameaçar idoso de 71 anos no Jardim Carolina

Um homem de 28 anos foi detido no bairro Jardim Carolina na manhã desta quarta-feira (14), após denúncia de ameaça...

CIDADES21 horas atrás

Caminhão carregado com churrasqueiras tomba na BR-163 em Nova Mutum

Um caminhão Mercedes Benz, de cor vermelha, placas de Londrina-PR, tombou no final da tarde desta terça-feira (13), no Km...

CIDADES24 horas atrás

Justiça mantém prisão de suposto líder de quadrilha acusado de roubo de gado em Acorizal e mais 6 municípios

A juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Ana Cristina Mendes, rejeitou pedido para revogar a prisão preventiva de D.R.C.S,...

CIDADES1 dia atrás

Governo de MT já distribuiu 99,7% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

  O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (13.04), 618.760 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e...

CIDADES1 dia atrás

Investigação do MPE e Polícia Civil apura possível fraude em licitação na Prefeitura de Nobres

  Assessorias/Polícia Civil-MT e MPE-MT A Operação Inter Amicum, deflagrada nesta terça-feira (13.04) pelo Ministério Público Estadual, por meio das...

CIDADES1 dia atrás

SINOP: Criança morre carbonizada durante incêndio a casa

Uma criança de 10 anos morreu carbonizada na noite desta segunda-feira (12) durante um incêndio em uma residência de madeira,...

CIDADES2 dias atrás

Dois morrem com descarga elétrica próximo a Estrada da Guia em Várzea Grande

Gumercindo Pinto de Souza Filho, de 66 anos, e Adimaelson de Lana, de 30 anos, morreram, esta tarde, após sofrem...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA