conecte-se conosco


CIDADES

Mulher está desaparecida há um mês após viajar para Jangada a trabalho

Aline da Cruz Campos viajou para Jangada com a família para trabalhar em um lixão. Toda a família retornou, menos Aline, que continuou na cidade para tentar conseguir dinheiro para viajar de volta.

Publicados

em

Aline da Cruz Campos está desaparecida há um mês após ter ido para Jangada trabalhar.
Aline da Cruz Campos está desaparecida há um mês após ter ido para Jangada trabalhar. — Foto: Reprodução

Uma mulher de 29 anos está desaparecida há um mês, após sair de Nossa Senhora do Livramento, a 38 km de Cuiabá, para trabalhar em um lixão em Jangada, a 82 km da capital. Segundo a família, Aline da Cruz Campos chegou na cidade vizinha e disse que estava tentando conseguir dinheiro para voltar para casa, mas não retornou.

O pai de Aline mora em Jangada e trabalha no lixão do município. A jovem viu a oportunidade de trabalhar no lugar e viajou com o marido e os quatro filhos para tentar uma vaga. Eles ficaram dois meses trabalhando no local.

No entanto, nesse período, segundo a família, após enfrentarem algumas dificuldades na cidade, os quatro filhos do casal foram morar com a avó, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

O pai das crianças voltou para Nossa Senhora do Livramento para procurar outro emprego, mas Aline continuou em Jangada para tentar conseguir dinheiro e retornar para casa.

A avó das crianças é cuidadora de idosos e teve o último contato com a filha no dia 17 de fevereiro. Até agora Aline não retornou as ligações e a família disse que está preocupada com o sumiço dela.

“Se alguém desse lugar falasse para ela voltar porque as crianças estão muito preocupadas. Eu estou muito aflita, não sabemos o que está acontecendo”, disse a mãe.

Fonte: G1-MT

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Falso dentista é pego em flagrante em Barra do Bugres
Propaganda

CIDADES

Sorriso: Jovem é ameaçado e perde quase R$ 3 mil após trocar mensagem com mulher casada

Publicados

em

Por

Terra MT Digital

Um jovem, de 19 anos, procurou delegacia para relatar que pode ter caído em um golpe após receber uma solicitação de amizade no Facebook, de uma mulher e depois ser ameaçado por dois homens, que entraram em contato via whatsapp.

Segundo o jovem, ele aceitou o pedido de amizade da suposta mulher e começaram a conversar.

Ele passou o número do WhatsApp e depois que estavam conversando e a conversa estava “caliente, dois homens entraram em contato com o jovem por números diferentes pelo WhatsApp, dizendo que o jovem estava mexendo com mulher casada e que seus colegas iriam pegá-lo, que eles eram faccionados e que queriam resolver logo o problema, então pediram uma quantia de R$3000, pra deixar o jovem sem problemas com o esposo da mulher.

O jovem, com medo, realizou cinco transferência no total uma no valor de R$ 1000, cinco no valor de R$ 500 e uma no valor de R$311 totalizando R$2811.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Idoso morreu em acidente na Rodovia MT 010 em Rosário Oeste
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: