conecte-se conosco


MATO GROSSO

Médico de MT morre mesmo após tomar segunda dose de vacina contra a Covid-19

Profissional recebeu duas doses do imunizante CoronaVac

Publicados

em

Mesmo após ter recebido as duas doses do imunizante CoronaVac, o médico José Gusman que morava no município de Castanheira (777 km de Cuiabá) foi vítima da doença causada pelo coronavírus. Porém, além do profissional de saúde, houve mais uma vítima fatal e se trata da enfermeira aposentada Zenira Lichekie, de 57 anos.

De acordo com informações do site Repórter em Ação, no dia 20 de janeiro Juan, que tem origem boliviana, teria tomado a primeira dose da vacina no dia 20 de janeiro e no dia 12 de fevereiro a segunda. Alguns dias depois, o médico que atendia em um PSF Rural, começou a sentir sintomas da covid-19 e não resistiu isso porque não houve tempo hábil para que o imunizante surtisse o efeito desejado.

O profissional plantonista possuia algumas comorbidades, que agravaram seu quadro de saúde. José estava intubado desde o dia 22 de fevereiro na Capital

A secretária de Saúde do município lamentou as vítimas e em entrevista pediu para que as pessoas continuem seguindo as orientações do Ministério da Saúde, para que não haja aglomeração e também usem o álcool em gel e máscara, além de outras diversas medidas de biossegurança.

Leia Também:  Aluna da Escola Estadual Militar Tiradentes é aprovada para Medicina em MT

Covid-19 em Mato Grosso

Mesmo com uma pequena queda na ocupação dos leitos de UTI’s, de 98% para 96% e com 40 mortes, foram notificadas 1.603 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado nesta terça-feira (9). Dos 265.013 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.752 estão em isolamento domiciliar e 246.377 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a doença há 465 internações em UTIs públicas e 455 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 96,47% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

MT de Fato

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de MT assina convênio com a Prefeitura de Sinop para construção da nova unidade da Politec

Publicados

em

Por

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, assinou, nesta quinta-feira (30.06), convênio com a Prefeitura de Sinop para a construção do novo edifício da Coordenadoria Regional da Politec do município.

O ato foi publicado no diário oficial da última sexta-feira (24.06). Conforme o extrato do convênio, serão destinados R$ 7.357.881,04, sendo R$ 6.768.881,04 dos recursos provenientes do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, e R$ 589 mil oriundos da Prefeitura de Sinop.

O diretor Geral da Politec, Rubens Sadao Okada, explica que o projeto arquitetônico do novo edifício é moderno e arrojado, inspirado o futuro complexo de Cuiabá, que propõe trazer mais funcionalidade nos serviços ofertados, e que proporcione um ambiente confortável para os servidores e à população.

O projeto prevê a construção de uma sede que reúne todos os serviços prestados pela instituição (criminalística, identificação técnica, e medicina legal),  com área total de 1.403,69 m², e será situada no terreno ao lado na atual sede, localizada na Rua das Ipoméias, Setor Industrial Norte. O prédio atual foi edificado em 1982, e conta com 503,30m², e havia sido reformado e adaptado para instalação da Coordenadoria Regional da Politec.

Leia Também:  Governo de MT investe R$ 236 milhões na construção e reforma de escolas de Cuiabá e Várzea Grande

Sua arquitetura é pensada na integração entre os setores para uma melhor comunicação interna, com áreas de trabalhos integradas. Além disso foi concebido toda a estrutura para suporte da demanda atual e futura, fazendo-se assim que a edificação atenda, de forma adequada, a demanda atual assim como a projeção de crescimento da cidade.

Conforme o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, a partir da assinatura deste convênio a instituição tabalhará em conjunto com a prefeitura de Sinop para adiantar o mais breve possível o lançamento do edital de concorrência para a licitação da obra.

Para o diretor, o ato representa um grande avanço e tem como foco a melhor prestação de serviços aos cidadãos. A construção da unidade levou em consideração a alta demanda de perícias e identificações atendidas pela regional, as condições estruturais do prédio e população diretamente atendida.

“As condições atuais do prédio não estavam condizente com o volume de atendimento que prestamos à população. O prédio é muito antigo e não comporta mais reformas, apesar de já termos feito reformas, o ambiente é pequeno e não comporta mais a quantidade de servidores. Trata-se de uma importante coordenadoria em relação à demanda de serviços e ao suporte a todas as gerências que ela abrange, como Alta Floresta, Sorriso e Guarantã do Norte”,disse.

Leia Também:  Sefaz realiza consulta pública para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2023

Abrangência

A Coordenadoria Regional de Sinop atende diretamente 32 municípios, com um total de 706.908 habitantes e possui atualmente 66 servidores lotados na unidade, entre peritos oficiais criminais e médicos legistas, papiloscopistas, técnicos em necropsia, área meio e médicos legistas contratados.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: