conecte-se conosco


VARIEDADES

Marina, filha de Gugu Liberato, celebra quase 2 anos de namoro com ensaio em praia

Estudante e Felipe Lessa posam juntos em fotos publicadas no Instagram nesta segunda-feira (11)

Publicados

em

Fonte: Quem

Marina Liberato, de 18 anos, uma das filhas gêmeas de Gugu Liberato, usou seu Instagram para celebrar os quase dois anos de namoro com Felipe Lessa com um ensaio na praia ao lado do amado. De maiô preto, enquanto ele usava bermuda da mesma cor, ela posou abraçadinha com o rapaz embaixo de um píer típico do litoral dos Estados Unidos e se declarou para o namorado.

“Hoje falta 1 mês para completar 2 anos de namoro e eu só queria te agradecer por tudo!”, se derreteu Marina nesta segunda-feira (11). “Minha vida, eu vou te amar para sempre”, garantiu a estudante – ela foi aprovada para o curso de Cinema e Produção de TV na Loyola Marymount University, na Califórnia.

Marina e sua irmã, Sofia, além de João Augusto, de 21 anos, são filhos de Gugu com a médica Rose Miriam De Matteo. Os três moram nos Estados Unidos. O apresentador morreu em novembro de 2019, em um acidente na casa da família, na Flórida.

Leia Também:  Simaria curte domingo de sol com família em Fortaleza
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram)
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram)
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram)
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram)
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram)
Marina Liberato e Felipe Lesssa (Foto: Reprodução Instagram) 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

INTERNACIONAL

Homem é enterrado vivo após beber e desmaiar durante festival na Bolívia

Victor Alvarez, de 30 anos, conseguiu escapar do caixão, que estava a 80 km de distância da festa; linha de apuração aponta para ritual

Publicados

em

Por

R7

Um jovem de 30 anos afirmou que foi enterrado vivo depois de consumir bebidas alcoólicas com um amigo e ficar bêbado durante um tradicional festival em homenagem à Mãe Terra em El Alto, na Bolívia.

Victor Hugo Mica Alvarez conseguiu escapar do caixão em que foi colocado, em Achacachi, a cerca de 80 km de distância do local do evento.

As autoridades investigam a possibilidade de o rapaz ter sido vítima de um ritual. O caso ocorreu na última sexta-feira (5), de acordo com o jornal britânico Daily Mail.

“Ontem à noite foi a pré-entrada [da Villa Victoria], fomos dançar, sou guia, e não lembro mais. A única coisa que lembro é que pensei que estava na minha cama e me levantei para ir ao banheiro, mas não conseguia mais me mexer. Foi quando empurrei o caixão, que tinha um vidro, que se quebrou. A terra começou a entrar pelo vidro, e então eu consegui sair. Eles me enterraram”, declarou o rapaz ao diário Página Siete, de La Paz, capital boliviana.

Leia Também:  Zezé de Camargo entrega faixa gravada com Marília Mendonça para Ruth Moreira

O Festival Madre Tierra conta com oferendas para Pachamama, a deusa da terra e da fertilidade na cultura dos povos indígenas dos Andes Centrais. Os bolivianos indígenas acreditam que a divindade “abre a boca” em agosto. Por isso, há quem ofereça a ela desde animais até doces. Existe a suspeita na região de que anciãos ainda oferecem seres humanos em segredo.

O jovem afirmou que havia uma estrutura montada no local em que foi enterrado. Assim que escapou, ele pediu ajuda a outro rapaz, que o levou a uma delegacia de polícia. No entanto, os agentes não acreditaram na versão de Álvarez, que procurou o jornal boliviano para fazer a denúncia e pedir ajuda com a investigação.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: