conecte-se conosco


POLÍTICA

Mais de três mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado na Assembleia Legislativa

Redação

Publicados

em


Foto: Helder Faria

Desde o dia 26 de abril, mais de 3,2 mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado no estacionamento da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O atendimento é feito por servidores do legislativo estadual e da prefeitura de Cuiabá, sendo o município o responsável pelo cadastro e agendamento das pessoas que são vacinadas no local.

Atualmente, a média do polo de vacinação da Assembleia é de mais de 460 pessoas vacinadas por dia. Nesta segunda-feira (3), 615 foram vacinadas no local e hoje (4) 584 pessoas foram imunizadas. 

A gerente de saúde da Assembleia, Ivana Mara Mattos Mello, conta que de 15 a 20 servidores da Assembleia estão trabalhando no atendimento da população no ponto de vacinação. Setores como Coordenadoria Militar, Qualivida (supervisão de saúde da Assembleia) e Espaço Cidadania cederam servidores para esse trabalho. Os funcionários terceirizados da limpeza também dão apoio para o funcionamento do ponto. 

“O atendimento começa às 8h, mas muita gente chega mais cedo. Então a partir das 6h30 já tem funcionários fazendo a recepção, colocando assentos. Temos pessoal no estacionamento para auxiliar os idosos, cadeirantes. Disponibilizamos leitos de estabilização caso algum idoso fique muito ansioso e precise aguardar mais um pouco para tomar a vacina, muitos têm hipertensão”, explica Ivana Mello. 

Leia Também:  Parceria entre AL Social e Projeto Bem Viver incentiva compostagem em Tangará da Serra

O atendimento é rápido e ao vir tomar a primeira dose da vacina, as pessoas já saem com o agendamento da segunda dose. O empresário Wagner Avila Nascimento disse ter se surpreendido com a agilidade do atendimento. “Não esperava que fosse tão rápido. Foi tudo certinho e a segunda dose já foi agendada para agosto”, elogiou. Ele acredita que todos devem se vacinar e disse que até tirou uma foto tomando a vacina para incentivar outras pessoas da família. 

A técnica de nutrição escolar Lusmarina Barbosa dos Reis disse que achou ótimo se vacinar perto de casa e com rapidez. “Não esperei nada. Aqui é tudo limpo, organizado e todo mundo é educado”, garante. “Quando teve a epidemia de H1N1 tomar a vacina foi a melhor coisa que eu fiz por mim, porque deixei até de passar mal na época de seca”. Agora na pandemia da Covid-19, ela defende que todos têm de vir tomar a vacina e “dizer sim à vida”. Lusmarina também conta que sempre levou a doença a sério e disse que sempre sai com duas máscaras e com o próprio álcool para higienização das mãos e objetos.

Leia Também:  Thiago Silva e comitiva de Juscimeira se reúnem com Pivetta para buscar melhorias para o município

Passo a passo – Para se vacinar contra a Covid-19 na capital, é preciso fazer um pré-cadastro no site da prefeitura de Cuiabá, que é liberado por grupos prioritários. O agendamento será feito automaticamente. Para consultar a data, horário e local da vacinação, é preciso acessar o mesmo site. No dia indicado, é preciso levar documento com foto, comprovante de residência, carteirinha com número SUS e o QR code gerado no site. Já para receber a segunda dose, é preciso levar a caderneta de vacinação e documento com foto. Todo esse processo é de responsabilidade da prefeitura de Cuiabá, que responde a dúvidas pelo e-mail [email protected].

No ponto de vacinação da Assembleia Legislativa, é feita a triagem, o cadastro no sistema do Ministério da Saúde e a vacinação, nas cabines. Após aplicação da dose, quem recebeu a vacina precisa ficar 15 minutos em observação antes de ser liberado. O atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sábado.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Deputado apresenta projeto para coibir ataques criminosos em escolas de MT

Redação

Publicados

em

Por


Com o objetivo de coibir ações criminosas como a que ocorreu no município de Saudade, no interior de Santa Catarina, onde um jovem invadiu uma creche e assassinou uma professora, uma auxiliar e três crianças com menos de dois anos de idade, além de ferir gravemente outra criança e dar golpes usando uma faca contra o próprio corpo, o deputado estadual Gilberto Catttani (PSL) apresentou, durante sessão desta quarta-feira (12), o Projeto de Lei n° 355/2021 para promover a segurança de alunos, professores e funcionários nas escolas de Mato Grosso.

O projeto solicita que o Estado faça uma integração operacional com seus entes para a disponibilização de policiamento efetivo nas entradas e saídas das escolas durante o horário de funcionamento, assim como a instalação de câmeras de segurança.

A proposta também pede para que os agentes escalados para a segurança das instituições de ensino portem armas de fogo e usem detectores de metais nas entradas das escolas, para garantir que ninguém entre armado.

“Baseado nesta tragédia que aconteceu em Santa Catarina, eu apresentei este projeto de lei que estabelece diretrizes e os objetivos da política estadual de segurança pública no âmbito escolar. Esta lei coloca segurança nas escolas, utilizando a Polícia Militar na entrada e nas saídas das aulas”, explicou o parlamentar.

Leia Também:  Faissal solicita informações sobre políticas de combate e prevenção a incêndios no Pantanal

A recente tragédia ocorrida na creche no interior de Santa Catarina não foi um caso isolado e já está sendo uma constante em todo o país nas duas últimas décadas.

Em 2002, um estudante de 17 anos, usando um revólver calibre 38, matou uma colega de classe e feriu outra no Colégio Sigma, em Salvador (BA). No ano seguinte, um aluno de 18 anos efetuou 15 disparos contra 50 estudantes no pátio da Escola Estadual Coronel Benedito Ortiz, em Taiúva, no interior de São Paulo. Em seguida, o rapaz atirou na sua própria cabeça e veio a óbito.

Já em 2011, uma criança de apenas dez anos atirou em uma professora e se matou em seguida na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, no município de São Caetano do Sul (SP). No mesmo ano, um ex-aluno da Escola Tasso da Silveira, em Realengo (RJ), invadiu as salas de aulas da unidade de ensino e efetuou vários disparos com armas de fogos. No total, 12 adolescentes foram mortos, além do atirador, que após ser cercado pela polícia, atirou em sua própria cabeça.

Leia Também:  Deputado apresenta projeto para coibir ataques criminosos em escolas de MT

Em João Pessoa (PB), em 2012, dois jovens entraram na Escola Estadual Enéas Carvalho e atiraram contra três adolescentes. No ano de 2017, um menor de 14 anos matou a tiros dois colegas e feriu outros quatro dentro de uma sala de aula do Colégio Goyases, na cidade de Goiânia.

No ano seguinte, um estudante de 15 anos levou uma arma de fogo para o Colégio Estadual João Manoel Mondrone, no município de Medianeira (PR) e atirou em dois colegas, que ficaram feridos.

Já em 2019, um ataque na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), deixou dez mortos, incluindo os dois atiradores, que eram ex-alunos da instituição.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

CIDADES2 horas atrás

Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Allan Kardec apresenta projeto de lei para ampliar aulas de Educação Física nas escolas

CIDADES2 horas atrás

DIAMANTINO: Secretário Gilson fala dos departamentos ligados a secretaria de assistência social

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Faissal solicita informações sobre políticas de combate e prevenção a incêndios no Pantanal

CIDADES2 horas atrás

ACORIZAL: TSE mantém cassação do registro de Meraldo Sá

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou o recurso do ex-deputado Meraldo Sá (PSD)...

CIDADES2 horas atrás

Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de “merda” na MT-010

Policiais militares conduziram um homem de 25 anos e uma mulher, 61, por crime de injúria mediante preconceito, ameaça, desacato,...

CIDADES2 horas atrás

Uma pessoa morre e outra fica ferida em grave acidente envolvendo 5 veículos na BR-163 em Diamantino-MT

Um senhor identificado como José Ribeiro Dias, 60 anos, morreu e outra pessoa (identidade não divulgada), ficou ferida na manhã...

CIDADES9 horas atrás

Servidores de Cuiabá são afastados por pressionar colegas a devolver parte dos salários

Fonte: RD News A Operação Autofagia, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor) nesta terça (11), aponta...

CIDADES10 horas atrás

Com apoio do REM-MT, produção sustentável pode render 20 toneladas de limão em Jangada

Criado pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), o projeto...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA