conecte-se conosco


VARIEDADES

Luisa Mell revela que passou por violência médica e fala de separação

Publicados

em


source
Luísa Mell revela violência médica e fala do divórcio
Reprodução/Instagram

Luísa Mell revela violência médica e fala do divórcio

Luisa Mell revelou que sofreu uma violência médica. A ativista, que está se separando do empresário Gilberto Zaborowsky , contou que foi ao dermatologista para fazer um tratamento a laser e o médico aproveitou que ela estava anestesiada e fez uma plástica nas axilas da paciente sem a autorização dela.

“Ele disse: ‘te dei de presente uma lipoaspiração nas axilas. Você tinha muita gordura, não dava’. Sim, ele fez uma cirurgia estética em mim sem minha autorização. Me senti violentada. Fora que eu não precisava. Amava meu corpo. Me deixou com cicatrizes, deformou minhas axilas e queimou também o meu pescoço. Comecei terapia, comecei tomar remédio, mas mesmo assim está muito difícil lidar com isto”, Luisa Mell contou no Stories.

Leia Também:  Esposa de safadão defende pastor após polêmica: "Crime contra o meu amigo"

Em entrevista ao site Na Telinha, a apresentadora falou que ainda não entrou na Justiça contra o médico e ainda não buscou uma correção para as cicatrizes e a queimadura resultantes da violência médica. “Não sei [se vou acionar a Justiça], advogado está tão caro, estou passando pela separação, tem um monte de outras coisas, essa pandemia, o meu instituto, mas eu estou tão magra, tão deprimida que não tenho condição de entrar numa cirurgia agora. Devo fazer nos próximos meses se eu melhorar. Estou meio sem forças para brigar no momento”, diz.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

VARIEDADES

Modelo que atacou policiais em festa clandestina faz cirurgia de emergência

Publicados

em

Por


source
Liziane Gutierrez tirou a harmonização facial
Reprodução

Liziane Gutierrez tirou a harmonização facial

Liziane Gutierrez  passou por cirurgia para retirada de produtos utilizados para harmonização facial, após sofrer reação. A modelo disse que tomará medidas legais contra a clínica que a atendeu. Ela compartilhou a notícia do ‘TMZ’, portal norte-americano, sobre o assunto e comentou. 


“Em 2018 logo após o carnaval, resolvi viajar para Belo Horizonte com o intuito de fazer uma harmonização facial. Um dia após realizar o procedimento, meu rosto parecia que ia explodir. Me falaram que era ‘apenas’ uma alergia e que se eu fizesse uso de corticoide isso iria sumir”, disse ela na legenda da publicação.

“Realmente, fazendo uso dessa medicação meu rosto melhorava na hora, só que seu parasse todo inchaço voltava. Passei a fazer sessões doloridas de remoção de produtos do meu rosto (quase que todos os dias). Após laudos de dois médicos distintos dizendo que o meu problema foi causado por excesso de produto e não alergia, eu resolvi tomar medidas legais”, contou.

Ela disse que resolveu falar abertamente sobre o que passou para alertar as pessoas. “Fiquei quieta até pouco tempo atrás, resolvi falar em algumas entrevistas tanto no Brasil quanto internacionalmente, não por causa de mídia, mas sim para alertar vocês: cuidado com harmonização facial, cuidado com o que você coloca no seu rosto. Esqueçam fotos de antes e depois manipuladas”, disse. 

Leia Também:  "É engraçado", diz Alinne Moraes sobre contracenar com ex, Cauã Reymond

Você viu?

“Eu retirei toda essa porcaria de ‘harmonização’ do meu rosto e, para ser sincera com vocês, eu só queria retirar tudo tanto da minha boca quanto do meu rosto e acabei amando o resultado da minha cirurgia. Obrigada ao apoio de vocês enquanto eu estava em recuperação dessa minha cirurgia. Sofri um pouquinho, mas não poderia estar me sentindo melhor, aliviada e mesmo no meio do caos; amada também!”, comentou. 

Segundo o portal ‘TMZ’, a aplicação custou cerca de US$ 3 mil (cerca de R$ 15,5 mil em cotação atual) para aplicar os produtos em 2019. A cirurgia de remoção custou US$ 10 mil (R$ 51,8 mil em valores atuais). Os médicos da modelo informaram que, se ela não retirasse os produtos do rosto, eles poderiam entrar em sua corrente sanguínea e colocá-la em risco de vida.

Modelo atacou policiais

Liziane viralizou nas redes sociais após ser flagrada em uma festa clandestina na capital de São Paulo. A modelo agrediu verbalmente policiais e o deputado Alexandre Frota (PSDB), que faz parte da ronda que acaba com festas clandestinas durante a pandemia de Covid-19. 


No dia 14, o deputado fez um boletim de ocorrência contra Liziane por desacato e difamação. “Saindo da 78ª Delegacia de Polícia. Boletim de ocorrência feito por desacato e injúria dentro do inquérito aberto pela Polícia Civil contra essa mulher. Ela foi intimada a comparecer à Delegacia de Polícia, mas não retornou. Disse que era advogada, mas na OAB NÃO TEM CARTEIRA e sim de estagiária”, alertou Frota. 

Em entrevista ao jornalista Léo Dias, a influenciadora negou ter desacatado a polícia para ganhar fama. “Eu não estava (menosprezando a favela). Um policial falou que era mais fácil invadir uma festa na favela do que nos Jardins. Aí eu falei ‘então você vai pra favela’. Eu não falei de forma certa, mas não menosprezando a favela.”, disse Liziane Gutierrez.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA