conecte-se conosco


POLICIAL

Juiz divulga nota e esclarece situação de policial militar de Confresa preso por associação ao tráfico

A nota é veiculada na imprensa após alguns veículos noticiarem que PM foi solto em audiência de custódia

Publicados

em

No detalhe, o soldado Vanderlei Moreira Xavier Foto: Reprodução
No detalhe, o soldado Vanderlei Moreira Xavier Foto: Reprodução

​O Juiz Thalles Nóbrega Miranda Rezende de Britto divulgou uma nota em que esclarece que o policial militar de Confresa preso na sexta-feira (12) por suposto envolvimento com o crime organizado não foi solto na audiência de custódia, como divulgado por alguns sites de notícia.

Conforme apurou o site Olhar Alerta, o soldado Vanderlei Moreira Xavier segue preso por crime militar e deverá ser julgado pela própria instituição Polícia Militar, além de estar à disposição do Poder Judiciário.

Veja na íntegra:

O Juiz Thalles Nóbrega Miranda Rezende de Britto afirma que é FALSA A NOTÍCIA de que o policial militar Vanderlei Moreira Xavier foi solto em audiência de custódia.

Em comunicado enviado hoje por vídeo à imprensa, o juiz esclarece que o Policial Militar permanece preso, à disposição da 11ª Vara especializada de Cuiabá, competente para a apreciação de crimes militares.

De acordo com a decisão, “em respeito ao princípio do juiz natural (art. 5º, inc. LIII da CF) e com fundamento no que estabelecem elencadas nos incisos II e III do art. 310 do CPP em favor do Juízo da 11ª Vara Criminal e Especializada da Justiça militar de Cuiabá. Ainda, por consequência lógica, declino da competência para examinar e julgar os delitos aqui tratados (Inquérito Policial) em favor daquele mesmo juízo”.

Leia Também:  PM resgata vítima de cárcere e recupera carreta com carga avaliada em R$ 200 mil

Reitera ainda que o PM segue preso e vai responder ainda um inquérito militar.

Redação Olhar Alerta

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil prende integrantes de associação criminosa e apreende armas de fogo, drogas e munições

Publicados

em

Por

Quatro integrantes de uma associação criminosa foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (01.07), na zona rural de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), durante investigações continuadas para apurar o duplo homicídio ocorrido no município. 

A ação resultou na apreensão de duas armas de fogo, várias munições e porções de maconha. Os envolvidos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e para o tráfico de drogas.

Nas diligências, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia, por meio da Divisão de Homicídios, identificaram uma propriedade rural usada pelos suspeitos para planejar os crimes e para se esconderem.

Diante das informações, a equipe foi até o local e, ao se aproximarem, perceberam a presença de alguns indivíduos, que fugiram para dentro de uma área de mata. No interior do imóvel, foram encontradas as armas de fogo, munições, uma tornozeleira eletrônica e porções de maconha.

Na casa também havia uma mulher e uma criança. Um dos presos possui passagem pelos crimes de sequestro, cárcere privado, furto, roubo, corrupção de menores, tráfico de drogas, receptação e lesão corporal. 

Leia Também:  Operações cumprem mandados por furto de gado e tráfico de drogas em Nobres e Rosário Oeste

Os suspeitos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e associação para o tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, eles foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: