conecte-se conosco


CIDADES

Jovem diz que suas partes íntimas foram rasgadas no Hospital Regional de Sorriso

Rasgaram minhas partes íntimas”, diz jovem que acusa suposta violência obstétrica no HRS

Publicados

em

Foto: Portal Sorriso/Arquivo

Redação Portal Sorriso

Uma adolescente, de 17 anos, registrou boletim de ocorrência na delegacia de Polícia Civil de Sinop, município onde reside, para denunciar que foi vítima de violência obstétrica durante o parto, no último dia 6 de junho, no Hospital Regional de Sorriso (HRS). Em razão disso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) instaurou sindicância para apurar o caso.

Segundo a jovem, ela deu seguidas entradas na unidade de saúde em dois dias diferentes com fortes contrações e mesmo assim recebeu alta da equipe médica. No dia 5 de junho, à noite, ela foi ao HRS com dilatação de 2/3 centímetros e contrações constatadas por aparelho, mas foi liberada às 21h, e retornou às 23h30min, sem direito a acompanhante, e com a bolsa estourada, segundo ela.

A jovem disse, ainda, que esperou até às 5h do dia 6. “As enfermeiras ficavam passando pelo corredor soltando piadinhas, dizendo que na hora de fazer estava bom e que eu teria que ficar quieta para não incomodar outras pessoas. Quando eu não estava aguentando de dor, peguei na mão de uma enfermeira, que disse que não tinha nada a ver com a minha dor”.

Leia Também:  Mulher chega bêbada em casa e espanca marido em MT

Para a polícia, a mulher disse que só foi levada à sala de parto após constatarem que o coração da criança estava com batidas fracas. “O parto foi forçado e o acompanhamento não era adequado. Rasgaram minhas partes intimas e fiquei toda roxa”, relatou a jovem.

Outro lado

De acordo com a SES-MT, a sindicância é necessária tendo em vista que, embora haja a denúncia junto à imprensa, não houve qualquer formalização da denúncia junto à Secretaria de Saúde ou mesmo no âmbito do Hospital Regional.

“Contudo, diante do relato da paciente nas redes sociais, a SES-MT apurará a demanda e continuará priorizando a otimização e humanização da assistência em saúde para todos os cidadãos de Mato Grosso. O caso será apurado de acordo com os trâmites legais, de modo a respeitar o direito de manifestação também dos profissionais e prezar pelo princípio da ampla defesa, com responsabilidade e respeito a todos”, acrescentou a Secretaria.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Acorizal recebe R$ 100 mil de emenda da deputada Rosa Neide para assistência social

Ela ressaltou que encaminhou a emenda atendendo ao pedido da militância do PT local.

Publicados

em

Por

Assessoria

O município de Acorizal recebeu R$ 100 mil de emenda da deputada federal Professora Rosa Neide (PT). O recurso foi depositado na conta da prefeitura em 22 de junho. A verba é para compra de um veículo para a Secretaria Municipal de Assistência Social.

Professora Rosa Neide destacou ser motivo de orgulho poder destinar recursos federais para investimentos nos municípios de Mato Grosso. Ela ressaltou que encaminhou a emenda atendendo ao pedido da militância do PT local.

“As companheiras e companheiros do PT de Acorizal solicitaram a emenda e fiz a indicação. Que esse veículo possa auxiliar nos trabalhos da Secretaria junto à população da zona urbana e rural. Tenho compromisso de enquanto estiver como deputada, seguir apoiando o município”, disse Rosa Neide.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mulher está desaparecida há um mês após viajar para Jangada a trabalho
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: