conecte-se conosco


POLICIAL

Investigação do MPE e Polícia Civil apura suposto crime de corrupção praticado por prefeito

Redação

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O Grupo Operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária  (Naco Criminal) do Ministério Público Estadual, com auxílio do Gaeco,  prendeu nesta quarta-feira (30.09), em uma agência bancária do município de Rondolândia (1.600 km a noroeste de Cuiabá), o prefeito da cidade, Agnaldo Rodrigues de Carvalho. O Grupo Operacional do Naco tem a participação de policiais civis e é coordenado pelo delegado Rodrigo Azem Buchdid.

A ordem de prisão preventiva foi deferida pelo desembargador Marcos Machado atendendo ao pedido formulado pelo coordenador do Naco, procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, com base nas provas colhidas em inquérito policial que apura suposto crime de corrupção cometido pelo prefeito e, também, pela ex-secretária de Saúde do município.

Segundo apuração, ambos receberam propina do empresário N.M.J. em contrato celebrado entre a empresa F.M. da S. Santos com a prefeitura de Rondolândia, visando ao  fornecimento de serviços de plantão médico. O empresário estaria pagando aos médicos vinculados à empresa um valor menor do que o previsto no contrato e a diferença era repassada ao prefeito e à ex-secretária de Saúde.

Leia Também:  Polícia Civil e parceiros instalam espaço para atendimento à população em Ribeirãozinho

No mês de agosto, durante cumprimento de mandados de busca e apreensão, policiais do Naco e do Gaeco apreenderam com o empresário  uma agenda e  anotações constando a “contabilidade” da propina que era paga, bem como comprovantes de depósitos feitos em contas correntes de terceiros indicados pelo prefeito e pela ex-secretária.

Conforme o delegado Rodrigo Azem, depois da apreensão do material, o empresário resolveu confessar o esquema criminoso.  “Ele não teve como negar que pagava a propina desde o início do contrato que foi firmado entre a empresa dele e a prefeitura, embora, muita coisa ele deixou de revelar, porém, estamos apurando tudo”, afirmou.

Na ocasião em que os mandados de busca e apreensão foram cumpridos, segundo ele, o prefeito Agnaldo Rodrigues de Carvalho fugiu ao perceber a movimentação dos policiais em Rondolândia. Na sua casa foram apreendidas também armas e munições irregulares.

De acordo com a ordem judicial, a prisão preventiva ocorrida nesta quarta feira busca garantir a ordem pública, evitar a reiteração criminosa, assegurar a  aplicação da lei penal e, também,  por conveniência da instrução criminal.

Leia Também:  Polícia Civil recupera equipamento furtado de empresa de telefonia avaliado em R$ 450 mil

Segundo o coordenador do Naco, procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, o inquérito policial deverá ser encerrado com a prisão e o interrogatório do prefeito e de outras pessoas envolvidas no esquema. Depois disso,  no prazo máximo de 15 dias, será apresentada a denúncia  criminal contra os envolvidos perante o Tribunal de Justiça.

 

Com informações da Assessoria de Comunicação/MPE-MT

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil recupera equipamento furtado de empresa de telefonia avaliado em R$ 450 mil

Redação

Publicados

em

Por


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um equipamento de fornecimento de internet por fibra ótica furtado de uma empresa de telefonia e avaliado em R$ 450 mil foi recuperado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (12.05), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O equipamento foi localizado em uma empresa que fornece serviços de internet em Várzea grande com aproximadamente 600 clientes na cidade.

A recuperação ocorreu após a equipe de policiais da Derf-VG receber denúncia de que o equipamento furtado no último dia 09 de maio estava em um comércio na em Várzea Grande. Imediatamente, os policiais foram apurar a denúncia encontrando o equipamento da empresa de telefonia no estabelecimento.

O proprietário do comércio colaborou com os investigadores, indicando o nome da pessoa que deixou o equipamento no local e disse que estava esperando ser apresentada a nota fiscal do produto para depois colocar a venda, comprar ou utilizar o equipamento.

Com base nas informações passadas, os policiais foram até a residência do suspeito onde ele foi localizado. Questionado, ele confirmou que furtou o referido equipamento da empresa de telecomunicações.

Leia Também:  Polícia Civil recupera duas caminhonetes produto de golpe em locadoras e que seriam levadas para a Bolívia

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido a Derf-VG e após interrogado pelo delegado André Eduardo Ribeiro, irá responder pelo crime de furto qualificado pelo rompimento de obstáculos, podendo pegar pena de dois a oito anos de reclusão.

“O equipamento é usado por uma empresa terceirizada para fornecimento de Internet por fibra ótica e não são vendidos em comércios, vindo de fábrica direto para empresa, o que facilita a sua identificação”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

CIDADES3 horas atrás

Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Jovem é presa em flagrante por roubo de veículo em Várzea Grande

CIDADES3 horas atrás

DIAMANTINO: Secretário Gilson fala dos departamentos ligados a secretaria de assistência social

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Polícia Civil e parceiros instalam espaço para atendimento à população em Ribeirãozinho

CIDADES3 horas atrás

ACORIZAL: TSE mantém cassação do registro de Meraldo Sá

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou o recurso do ex-deputado Meraldo Sá (PSD)...

CIDADES3 horas atrás

Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de “merda” na MT-010

Policiais militares conduziram um homem de 25 anos e uma mulher, 61, por crime de injúria mediante preconceito, ameaça, desacato,...

CIDADES3 horas atrás

Uma pessoa morre e outra fica ferida em grave acidente envolvendo 5 veículos na BR-163 em Diamantino-MT

Um senhor identificado como José Ribeiro Dias, 60 anos, morreu e outra pessoa (identidade não divulgada), ficou ferida na manhã...

CIDADES11 horas atrás

Servidores de Cuiabá são afastados por pressionar colegas a devolver parte dos salários

Fonte: RD News A Operação Autofagia, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor) nesta terça (11), aponta...

CIDADES11 horas atrás

Com apoio do REM-MT, produção sustentável pode render 20 toneladas de limão em Jangada

Criado pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), o projeto...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA