conecte-se conosco


POLICIAL

Homicídio de trabalhador em Tabaporã é esclarecido e mulher é presa pelo crime

Publicados

em

Uma mulher de 44 anos foi presa e autuada em flagrante pela Polícia Civil em Tabaporã, no norte do estado, pelo homicídio de um homem cujo corpo foi localizado em uma estrada na zona rural rural do município, com ferimentos causados por disparo de arma de fogo.

Na segunda-feira (30) pela manhã, a Delegacia da Polícia Civil do município recebeu a informação de que havia um corpo na estrada, sentido ao Rio Batelão. Uma equipe policial seguiu até o local indicado e encontrou o corpo com marcas de sangue na cabeça e a 50 metros estava uma motocicleta.

Nas diligências para esclarecer o crime, os policiais civis identificaram a vítima como Carlos Roberto de Oliveira, de 43 anos.

A equipe policial realizou diversas diligências para averiguar quem esteve com a vítima nas últimas horas antes do crime e chegou a uma mulher que tinha um relacionamento com a Carlos Roberto. Ela foi conduzida à delegacia e informou, inicialmente, que não esteve com a vítima, porém, acabou confessando que teve um encontro com Carlos, mas que não cometeu o homicídio.

Leia Também:  PM prende suspeitos e impede lançamento de drogas e celulares em presídios

Com base neste depoimento, os policiais civis chegaram à localização de uma segunda mulher que também foi conduzida à delegacia de Tabaporã, mas disse que não havia cometido o crime. Com ela foi localizada uma arma de fogo.

Em depoimento na delegacia, a mulher de 44 anos disse que não tinha nenhum envolvimento com o homicídio, contudo, as evidências encontradas pela equipe de investigação apontavam o contrário. Diante dos elementos de informação reunidos pela Polícia Civil, ela acabou confessando o crime e foi autuada pelo delegado Bruno Palmiro pelo homicídio.

“Evidências apontavam para ela, que acabou confessando o crime que foi motivado por ciúmes. Ela é profissional do sexo e passou a querer exclusividade com a vítima, que também se relacionava com outras mulheres”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Identificado homem que foi morto a tiros em Novo Diamantino

A Polícia Civil esteve no local e iniciou os trabalhos técnicos de investigação.

Publicados

em

Por

Diamantino News

Um homem identificado por Paulino e conhecido por Caoboy, foi morto com pelo menos 04 tiros na avenida Dom Alonso no bairro Bom Jesus em Novo Diamantino.

O homicídio foi registrado no início da noite desta quarta-feira (06.07) por volta das 19:10 horas.

Populares informaram que ouviram uma moto correndo muito após o barulho dos tiros, já outras pessoas disseram que viram um homem correndo, a polícia investiga as duas versões.

O homem possui tornozeleira eletrônica e saiu a pouco tempo da cadeia.

Ele morava na rua 14 do bairro Bom Jesus.

A vítima estava em uma bicicleta e haviam estilhaços de tijolo próximo ao corpo.

A polícia informou que Paulo foi condenado por um homicídio a cerca de 12 anos atrás, onde a vítima conhecida por Roni foi encontrada morta com um cadeado na boca.

Não foi informado ainda a motivação do assassinato.

A Polícia Militar através do Sargento Marte e o Soldado Wagner atenderam a ocorrência e colheram as primeiras informações, além de isolar a cena do crime.

Leia Também:  Cavalaria recupera 11 cabeças de gado transportadas sem documentos de procedência

A Polícia Civil esteve no local e iniciou os trabalhos técnicos de investigação. O delgado Dr Marcos Bruzzi também está no local.

A Politec e equipe criminalística de Tangará da Serra já foram acionados e estão a caminho de Diamantino para todo o trabalho técnico e remoção do corpo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: