conecte-se conosco


Geral

Homem morre na UTI após ser picado por aranha marrom. Comprometeu funcionamento dos rins

Comprometeu funcionamento dos rins

Publicados

em

O veneno da aranha marrom acabou atingindo as pernas da vítima e comprometeu funcionamento dos rins

Um homem morreu após ser picado por uma aranha marrom em Pato Branco, no sudoeste do Paraná, na ultima quarta-feira (6). Luciano Marchioro, de 48 anos, estava dormindo quando o incidente aconteceu.


De acordo com familiares da vítima, o homem chegou a identificar que havia sido picado pelo animal, mas achou que estava tudo bem e não foi imediatamente ao hospital. Entretanto, depois de três dias, o veneno da aranha marrom acabou atingindo as pernas da vítima, além de comprometer o funcionamento dos rins.
Em estado grave, Luciano foi encaminhado ao hospital, e ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas infelizmente não resistiu e veio a óbito nesta quarta-feira (6).
Conforme Rodrigo Marchioro, filho de Luciano, o pai foi picado pela aranha, e a demora acabou contribuindo diretamente para sua morte.

“Acabou que a infecção acabou se espalhando, e nisso ele achando que era uma virose ou algo do tipo, ele foi deixando, deixando… e foi quando no último momento ele já estava com a perna inchada, e já tinha se espalhado, parado os rins. Ele tinha ficado mais ou menos três dias sem urinar, e não tinha mais escapatória”, relatou Rodrigo.
Além disso, bastante abalada a mãe de Luciano também contou que o filho se recusou a ir ao médico.
“Uma pessoa que não aceitava ir ao médico, ele não gostava. Aí ele esperou demais e ficou tarde demais. Gente, observem, cuidem… observem seus familiares e cuidem… e corram para o pronto atendimento. Não esperem”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Parceria entre Prefeitura e Energisa trocou mais de 1500 lâmpadas antigas por Lâmpadas LED em Rosário Oeste
Propaganda

Geral

Mulher é comida pelos 20 gatos de estimação após morrer em casa

Policiais russos encontraram o corpo da mulher, não identificada, parcialmente devorado

Publicados

em

Por

Reprodução/The Sun

Hora 7 – R7

O corpo de uma mulher foi devorado parcialmente pelos 20 gatos de estimação dela. A descoberta foi feita por policiais, que encontraram o corpo cerca de duas semanas após a morte, em casa.

O caso ocorreu em Bataysk, na Rússia, e as autoridades não revelararam a identidade nem a idade da vítima. Um dos subordinados dela em uma empresa ligou para a polícia, pois não conseguia falar com a vítima havia alguns dias.

“Os gatos foram deixados sozinhos por duas semanas e não havia comida. Então, o que mais comer?”, opinou um especialista encarregado de cuidar dos animais — a maioria deles da raça maine coon, a maior raça de gatos domésticos do mundo.

“É compreensível, né? Eles comeram o que tinha”, completou o especialista em entrevista à agência de conteúdo Newsflash

A maioria dos gatos foi descrita como saudável e alguns deles foram vendidos por cerca de R$ 180 (1.968 rublos), o que mostra que o capitalismo realmente não tem limites. Não foi informado se os compradores sabem do gosto por carne humana que os felinos podem ter adquirido.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Operação do 7° BPM na Praça Central de Jangada detém indivíduos, apreende veículo e arma de fogo com munições.
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: