conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo de MT intensifica fiscalização em todas as regiões do Estado para combater crimes ambientais

Publicados

em

O Governo de Mato Grosso lançou, na manhã desta terça-feira (31.05), a Operação Cedif contra crimes ambientais, e colocou em campo mais de 100 homens, em 31 equipes. As “batidas” da fiscalização terão força total em todas as regiões do Estado. As equipes que saíram a campo fazem parte das instituições integrantes do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, a Exploração Florestal Ilegal e aos Incêndios Florestais (Cedif-MT), que deu nome à operação.
 
Os alertas de satélite que apontam onde está ocorrendo o desmatamento ilegal, e os focos de calor,  guiam o planejamento estratégico da operação, afirma o secretário de Meio Ambiente de Mato Grosso em exercício, Alex Marega.
 
“Estamos lançando hoje uma grande operação, com a saída das equipes de diversos órgãos, de modo integrado, e com a entrega imediata de 30 veículos novos, que já se somam à frota que já temos. Mato Grosso está fazendo essas operações desde 2019 de uma forma muito intensa, e isso começou com a criação do Conselho Estratégico pelo governador Mauro Mendes”, explica o secretário.
 
Até o final do mês, serão entregues mais 80 caminhonetes, adequadas para o uso da fiscalização ambiental, Corpo de Bombeiros e Forças de Segurança, somando 110 veículos novos em campo.
 

Leia Também:  Lei Seca termina com 15 presos por embriaguez ao volante em Várzea Grande

O  comandante-geral do CBM-MT, Alessandro Borges Ferreira, revela que os novos veículos, as diárias, e outros equipamentos adquiridos com os R$ 60 milhões destinados neste ano para esta finalidade, possibilitam condições de trabalho para que a Corporação esteja presente no interior.

 
O Trabalho do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) se intensifica com o início do período de proibição do uso do fogo nas áreas rurais, entre 1º de julho e 30 de outubro. O uso do fogo em áreas urbanas é proibido o ano todo.  
“É uma operação de guerra. Estamos desde o início do ano fazendo operações, e conscientizando a população, em todos os biomas. Vemos que dá certo levar a presença do Estado para todas as regiões, já reduzimos mais de 80% dos focos de calor do Pantanal no ano passado, e pretendemos reduzir ainda mais este ano”,  avalia o comandante-geral do CBM-MT, Alessandro Borges Ferreira.
 
 
As autuações remotas, o embargo de áreas, e aplicação de multas com base nas imagens de satélite continuam. As equipes se deslocam até o local principalmente nos casos em que o infrator não é identificado. O desmate ilegal é interrompido no início, maquinários são apreendidos, e suspeitos são conduzidos à delegacia.
O Comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Fagner Augusto do Nascimento, destaca o trabalho integrado entre os órgãos. “Estamos todos em sinergia para intensificar as ações neste período e entregar o melhor serviço para a sociedade. Podemos dizer que toda a Polícia Militar, e toda a estrutura de Segurança Pública está envolvida nesse processo de combate aos crimes ambientais”, afirma.
 
O lançamento da Operação representa os esforços do Estado para a preservação do Meio Ambiente, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho.
Comitê Estratégico
Presidido pelo governador Mauro Mendes, o Cedif integra órgãos que atuam diretamente na prevenção e combate aos crimes ambientais, e na responsabilização de infratores. Fazem parte as Secretarias de Estado de Meio Ambiente, Segurança Pública, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Indea, Ibama, ICMBio, Funai, Ministérios Públicos Federal e Estadual, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas. 
 
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de MT assina convênio com a Prefeitura de Sinop para construção da nova unidade da Politec

Publicados

em

Por

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, assinou, nesta quinta-feira (30.06), convênio com a Prefeitura de Sinop para a construção do novo edifício da Coordenadoria Regional da Politec do município.

O ato foi publicado no diário oficial da última sexta-feira (24.06). Conforme o extrato do convênio, serão destinados R$ 7.357.881,04, sendo R$ 6.768.881,04 dos recursos provenientes do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, e R$ 589 mil oriundos da Prefeitura de Sinop.

O diretor Geral da Politec, Rubens Sadao Okada, explica que o projeto arquitetônico do novo edifício é moderno e arrojado, inspirado o futuro complexo de Cuiabá, que propõe trazer mais funcionalidade nos serviços ofertados, e que proporcione um ambiente confortável para os servidores e à população.

O projeto prevê a construção de uma sede que reúne todos os serviços prestados pela instituição (criminalística, identificação técnica, e medicina legal),  com área total de 1.403,69 m², e será situada no terreno ao lado na atual sede, localizada na Rua das Ipoméias, Setor Industrial Norte. O prédio atual foi edificado em 1982, e conta com 503,30m², e havia sido reformado e adaptado para instalação da Coordenadoria Regional da Politec.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados em investigação de homicídios de vítimas decapitadas em Tapurah

Sua arquitetura é pensada na integração entre os setores para uma melhor comunicação interna, com áreas de trabalhos integradas. Além disso foi concebido toda a estrutura para suporte da demanda atual e futura, fazendo-se assim que a edificação atenda, de forma adequada, a demanda atual assim como a projeção de crescimento da cidade.

Conforme o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, a partir da assinatura deste convênio a instituição tabalhará em conjunto com a prefeitura de Sinop para adiantar o mais breve possível o lançamento do edital de concorrência para a licitação da obra.

Para o diretor, o ato representa um grande avanço e tem como foco a melhor prestação de serviços aos cidadãos. A construção da unidade levou em consideração a alta demanda de perícias e identificações atendidas pela regional, as condições estruturais do prédio e população diretamente atendida.

“As condições atuais do prédio não estavam condizente com o volume de atendimento que prestamos à população. O prédio é muito antigo e não comporta mais reformas, apesar de já termos feito reformas, o ambiente é pequeno e não comporta mais a quantidade de servidores. Trata-se de uma importante coordenadoria em relação à demanda de serviços e ao suporte a todas as gerências que ela abrange, como Alta Floresta, Sorriso e Guarantã do Norte”,disse.

Leia Também:  Politec entrega novo espaço para academia de ginástica e musculação aos servidores

Abrangência

A Coordenadoria Regional de Sinop atende diretamente 32 municípios, com um total de 706.908 habitantes e possui atualmente 66 servidores lotados na unidade, entre peritos oficiais criminais e médicos legistas, papiloscopistas, técnicos em necropsia, área meio e médicos legistas contratados.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: