conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo conclui pavimentação de estradas na Região Norte

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso está finalizando a pavimentação de duas rodovias na região Norte de Mato Grosso. Quase 40 quilômetros das rodovias MT-423 e MT-242 estão pavimentados, restando apenas intervenções complementares e sinalização para a entrega definitiva. Além disso, o Estado está concluindo a pavimentação do acesso à ponte sobre o Rio Arinos, no município de Porto dos Gaúchos.

Na região de Sinop, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) finalizou a pavimentação de 28,4 km da MT-423, entre o município de União do Sul e a ponte sobre o Rio Tartaruga. Até o fim deste ano, deverão ser entregues a sinalização vertical e horizontal e a passagem de fauna. O valor investido pela Sinfra-MT nesta obra foi de R$ 19,5 milhões.

O novo asfalto irá garantir que União do Sul tenha um acesso pavimentado até o município vizinho de Cláudia e, por consequência, até toda a malha rodoviária estadual. Além da pavimentação da MT-423, a atual gestão entregou uma ponte de concreto de 120 metros sobre o Rio Tartaruga.

Além disso, em parceria com a Associação dos Beneficiários da Rodovia Adão Sheeren, o Governo de Mato Grosso está pavimentando a MT-422, que ligará União do Sul até Santa Carmem, garantindo a ligação entre as cidades da região.

Leia Também:  Governo abre 35 leitos de UTI e 5 de enfermaria para tratamento da Covid-19

MT-242

A Sinfra-MT também está finalizando a pavimentação de um trecho de 11,3 km da MT-242, entre os municípios de Ipiranga do Norte e Itanhangá. No momento, resta pouco mais de 300 metros para terminar a aplicação do asfalto e a conclusão de serviços de drenagem, sinalização e reconformação das laterais da pista.

Um investimento de R$ 7,8 milhões, a obra irá garantir a ligação direta entre duas cidades com grande produção agrícola e que estão separadas por apenas 50 km de distância. Antes do asfalto, era preciso percorrer mais de 180 quilômetros para evitar estradas não pavimentadas. O asfalto também vai facilitar o acesso entre Itanhangá e o município de Sorriso e a BR-163.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, com essas obras os usuários dessas rodovias não vão mais precisar enfrentar uma situação precária para exercer o direito de ir e vir. “Esta é uma região que está em pleno desenvolvimento e as obras vão ser um incentivo para toda a atividade econômica”, afirmou.

Leia Também:  Parceria entre Governo e Fase vai gerar economia de R$ 100 mil ao ano para o Indea de Rondonópolis

Ponte sobre o Rio Arinos

Com 240 metros de extensão, a ponte sobre o Rio Arinos, na MT-220, em Porto dos Gaúchos, também está praticamente finalizada. A estrutura da ponte já está pronta, assim como o encabeçamento. No momento, a Sinfra-MT trabalha para terminar a pavimentação do acesso à ponte.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

“Não vou parar mais nada, agora é vacina”, diz Mauro Mendes

Governador diz que medidas de segurança devem se manter diante da pademia, mas não cogita reimplantar ações restritivas à economia

Publicados

em

Por

Governador Mauro Mendes
Reprodução da Internet

Fonte: O Livre

O governador Mauro Mendes disse nesta sexta-feira (28) que não cogita readotar medidas restritivas para conter a alta diária de contágio pela variante ômicron, do novo coronavírus, crescente nas últimas semanas.

“Não dá mais para ficar fechando tudo. Nessa pandemia, já está comprovado que quem tomou primeira dose, segunda dose, dose de reforço, ela [a doença] já se tornou uma gripezinha . Agora, é vacina. Eu não vou mais fazer nenhuma licitação para conter os casos”, disse.

Alguns municípios em Mato Grosso começaram a reimplantar as medidas de limite de funcionamento para estabelecimentos comerciais, igrejas, a proibição de atividades coletivas em espaços públicos e o toque de recolher.

A justificativa dada nos decretos pelos prefeitos é o surto da gripe H3N2 e a elevação dos novos casos diários da covid-19. Até o ano passado, a implantação das medidas de biossegurança ou a suspensão delas vinha sendo orientada por decretos estaduais.

Os boletins diários da Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostram que, em 2022, a curva de contágio voltou subir, com picos acima de 5 mil novos casos ao dia. A alteração foi acompanhada pela taxa de ocupação de leitos mais alta, mas a média de mortes se mantém semelhante à do ano passado.

Leia Também:  Sexta-feira (28): Mato Grosso registra 620.936 casos e 14.258 óbitos por Covid-19

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: