conecte-se conosco


MATO GROSSO

Gefron apreende 47 kg de cocaína e recupera veículo furtado na fronteira com a Bolívia

Publicados

em

O Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron) apreendeu 45 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína nesta terça-feira (21.06), durante o patrulhamento em Porto Esperidião (322 km de Cuiabá). Os entorpecentes pesavam, aproximadamente, 47,7 kg e foram avaliados em R$ 858.600,00.

A equipe realizava o patrulhamento nas proximidades da rodovia MT-265, região conhecida como “Biscoito Duro”, quando avistou três indivíduos caminhando por uma região de mata carregando em seus ombros um material com determinado volume.

Ao perceberem que seriam abordados, os suspeitos soltaram o material e tentaram fugir em meio a mata fechada. Entretanto, acabaram capturados.

O trio foi encaminhado à Delegacia de Fronteira (Defron) em Cáceres para as demais providências.

Veículo recuperado

Também em Pontes e Lacerda, durante patrulhamento, equipe do Gefron localizou um veículo Honda Civic Sport CVT, de cor preta, que havia sido roubado em Cuiabá no dia 19 de junho. O carro foi identificado após o motorista ter ignorado a ordem de parada da equipe.

O Gefron fez o acompanhamento do veículo, até que, em determinado momento, o suspeito abandonou o veículo às margens da via, fugindo em região de mata.

Leia Também:  Investimentos do Governo de MT em Nova Monte Verde somam mais de R$ 44,6 milhões

Feita a checagem junto ao Centro de Operações Gefron, foi constatado que o veículo é produto de furto. O carro foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda para as demais providências.

(Com supervisão de Julia Oviedo)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Estado fecha o semestre com apreensão de mais de 160 máquinas e R$ 570 milhões em multas aplicadas por crimes ambientais

Publicados

em

Por

O Estado fechou o primeiro semestre do ano com a apreensão de 162 equipamentos, entre maquinários, tratores e veículos, R$ 570 milhões em multas aplicadas, resultado de 117 operações de combate aos crimes ambientais. Cerca de 51% das multas aplicadas foram por meio de operações in loco e o restante, de modo remoto por imagens de satélite de alta resolução.

O balanço integra dados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Polícia Militar (PMMT) e o Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT), que fazem parte do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, a Exploração Florestal Ilegal e aos Incêndios Florestais (CEDIF-MT), com apoio de outras instituições e órgãos estaduais. 

Foram retirados de infratores 53 tratores pneus, 43 tratores esteiras, 47 caminhões e 19 veículos, flagrados em crimes ambientais durante o período. Destes, apenas nove foram inutilizados, por não haver como remover em local de difícil acesso.

A maioria das multas aplicadas é por desmate ilegal, somando R$ 403 milhões. Em seguida, por descumprimento de embargo de área (R$ 41 milhões), exploração florestal ilegal (R$ 37 milhões), fiscalização de estabelecimentos (R$ 19 milhões), descumprimento de notificação (R$ 18 milhões) e queimada ilegal (R$15 milhões).

Leia Também:  Ex-deputado e ex-secretário flagrados recebendo propina de Silval se livram de ação

Foram emitidos 1.898 autos de infração de crimes ambientais no período. Colniza está em primeiro lugar no valor de multas aplicadas por crimes ambientais (R$ 52 milhões), seguida por Marcelândia (R$ 50 milhões), Rosário Oeste (R$ 40 milhões), Aripuanã (R$ 25 milhões) e Juara (R$ 24 milhões).

Para a emissão dos alertas de desmate ilegal, é utilizada a plataforma de Imagens de Satélite Planet, que monitora todo o território estadual com imagens de alta resolução. Adquirida em 2019, a ferramenta é financiada pelo Programa REM Mato Grosso. Neste ano, o valor investido no combate aos crimes ambientais soma R$ 60 milhões, que incluem o combate ao desmatamento ilegal e aos incêndios florestais.

Operação Cedif – A Operação continua em todo o Estado. Foram colocadas em campo mais de 31 equipes, compostas por 100 efetivos, para combater crimes ambientais. A Operação Cedif tem este nome por integrar todos os órgãos estaduais e federais, além de instituições parceiras, que fazem parte do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, Exploração Florestal Ilegal e Aos Incêndios Florestais (Cedif).

Leia Também:  Investimentos do Governo de MT em Nova Monte Verde somam mais de R$ 44,6 milhões

Denúncias
Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 065 3838, WhatsApp (65) 99321-9997 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android). 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: