conecte-se conosco


MATO GROSSO

Fóruns de MT fecham as portas por duas semanas por causa do aumento de casos de Covid-19

Prazos processuais foram suspensos nesse período.

Publicados

em

Os Fóruns das 79 comarcas de Mato Grosso e todas as dependências do serviço judicial estarão de portas fechadas por duas semanas. A medida começa a valer nesta segunda-feira (15) e segue até o dia 28, como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus.

A suspensão das atividades presenciais no âmbito do Poder Judiciário foi determinada pela desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas.

Os prazos processuais dos processos físicos e híbridos permanecerão suspensos ao longo desse período, já os dos processos eletrônicos tramitarão normalmente.

Conforme o documento, a partir do dia 29 de março de 2021, cada comarca retomará o Plano de Retorno Programado às Atividades Presenciais, conforme o risco epidemiológico, disponibilizado no painel epidemiológico emitido diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde.

As comarcas que estiverem com a classificação de risco “baixo” ou “moderado” deverão iniciar a primeira etapa do plano.

Já as comarcas que estiverem com a classificação de risco “alto” ou “muito Alto” deverão permanecer com o plano de retorno suspenso, aguardando o rebaixamento do risco.

Leia Também:  Força Tática prende dois homens e recupera equipamentos furtados de lan house

Durante esse período de suspensão, os magistrados e servidores vão atuar em home office.

Em janeiro deste ano, quando os casos de Covid-19 começaram a subir, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso e 14 comarcas retomaram o trabalho em home office e atendimento reduzido, em Cuiabá, Sinop, Várzea Grande, Barra do Garças, Cáceres, Nova Mutum, Juara, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Alta Floresta, Rondonópolis, Primavera do Leste e Nova Canaã do Norte.

Por G1/MT

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de MT assina convênio com a Prefeitura de Sinop para construção da nova unidade da Politec

Publicados

em

Por

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, assinou, nesta quinta-feira (30.06), convênio com a Prefeitura de Sinop para a construção do novo edifício da Coordenadoria Regional da Politec do município.

O ato foi publicado no diário oficial da última sexta-feira (24.06). Conforme o extrato do convênio, serão destinados R$ 7.357.881,04, sendo R$ 6.768.881,04 dos recursos provenientes do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, e R$ 589 mil oriundos da Prefeitura de Sinop.

O diretor Geral da Politec, Rubens Sadao Okada, explica que o projeto arquitetônico do novo edifício é moderno e arrojado, inspirado o futuro complexo de Cuiabá, que propõe trazer mais funcionalidade nos serviços ofertados, e que proporcione um ambiente confortável para os servidores e à população.

O projeto prevê a construção de uma sede que reúne todos os serviços prestados pela instituição (criminalística, identificação técnica, e medicina legal),  com área total de 1.403,69 m², e será situada no terreno ao lado na atual sede, localizada na Rua das Ipoméias, Setor Industrial Norte. O prédio atual foi edificado em 1982, e conta com 503,30m², e havia sido reformado e adaptado para instalação da Coordenadoria Regional da Politec.

Leia Também:  Dívida ativa de IPVA e Licenciamento pode ser negociada pelo aplicativo MT Cidadão

Sua arquitetura é pensada na integração entre os setores para uma melhor comunicação interna, com áreas de trabalhos integradas. Além disso foi concebido toda a estrutura para suporte da demanda atual e futura, fazendo-se assim que a edificação atenda, de forma adequada, a demanda atual assim como a projeção de crescimento da cidade.

Conforme o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, a partir da assinatura deste convênio a instituição tabalhará em conjunto com a prefeitura de Sinop para adiantar o mais breve possível o lançamento do edital de concorrência para a licitação da obra.

Para o diretor, o ato representa um grande avanço e tem como foco a melhor prestação de serviços aos cidadãos. A construção da unidade levou em consideração a alta demanda de perícias e identificações atendidas pela regional, as condições estruturais do prédio e população diretamente atendida.

“As condições atuais do prédio não estavam condizente com o volume de atendimento que prestamos à população. O prédio é muito antigo e não comporta mais reformas, apesar de já termos feito reformas, o ambiente é pequeno e não comporta mais a quantidade de servidores. Trata-se de uma importante coordenadoria em relação à demanda de serviços e ao suporte a todas as gerências que ela abrange, como Alta Floresta, Sorriso e Guarantã do Norte”,disse.

Leia Também:  Trinta mil doses de vacinas são entregues pelo Ciopaer em 11 municípios de Mato Grosso

Abrangência

A Coordenadoria Regional de Sinop atende diretamente 32 municípios, com um total de 706.908 habitantes e possui atualmente 66 servidores lotados na unidade, entre peritos oficiais criminais e médicos legistas, papiloscopistas, técnicos em necropsia, área meio e médicos legistas contratados.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: