conecte-se conosco


Geral

Facilitar a proliferação do mosquito da dengue vai render multa em Juranda

veja os valores de multa

Publicados

em

 

Já está em vigor desde a última terça-feira (7) o decreto da Prefeitura de Juranda que autoriza os agentes de saúde e autoridades sanitárias a multarem pessoas e empresas que facilitam a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A medida foi tomada depois de uma ampla campanha de conscientização dos moradores, que incluiu mutirões de coleta de entulhos.

 

 

 

As multas serão aplicadas sempre que forem encontrados focos do mosquito e os valores são: R$ 300 para moradores, R$ 400 para proprietários de terrenos baldios e desocupados e R$ 600 para titulares de estabelecimentos comerciais. Em casos de reincidência haverá nova multa, com valores em dobro.

Persistindo a irregularidade, o município comunicará as polícias Civil e Militar e o Ministério Público. “Nosso objetivo não é a punição. Queremos que a população faça a sua parte e nos ajude a afastar o perigo iminente da dengue em Juranda. Hoje, infelizmente, estamos em situação de epidemia e o quadro é preocupante”, disse a prefeita Leila Miotto Amadei.

 

Leia Também:  25 cães morrem sufocados após serem deixados dentro de carro

 

 

 

O município tem orientado os moradores sobre a forma correta de dizimar o Aedes aegypti. Estudos de órgãos de saúde mostram que a grande maioria dos focos é encontrada em quintais de casas e empresas, o que justifica o chamamento dos proprietários para que ajam com regularidade, pelo menos uma vez por semana, eliminado todos os recipientes que possam acumular água parada, onde o inseto se reproduz com extrema facilidade.

No primeiro boletim do ano, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Juranda está entre os municípios paranaenses com epidemia de dengue. Em todo o Estado, conforme a Sesa, já são 5.343 casos confirmados da doença, 2.050 a mais que no informe anterior, publicado em 17 de dezembro –aumento de 62,25%.

 

“Somente com a conscientização e a participação de todos vamos atingir os nossos objetivos. Infelizmente, mesmo com tanto esforço para sensibilizar as pessoas, não estamos conseguindo chegar aos níveis satisfatórios de adesão. Por isso tivemos que endurecer e partir para a multa. A dengue é uma doença muito grave, que causa sérios prejuízos e que pode matar”, destacou Leila Amadei.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Mulher é comida pelos 20 gatos de estimação após morrer em casa

Policiais russos encontraram o corpo da mulher, não identificada, parcialmente devorado

Publicados

em

Por

Reprodução/The Sun

Hora 7 – R7

O corpo de uma mulher foi devorado parcialmente pelos 20 gatos de estimação dela. A descoberta foi feita por policiais, que encontraram o corpo cerca de duas semanas após a morte, em casa.

O caso ocorreu em Bataysk, na Rússia, e as autoridades não revelararam a identidade nem a idade da vítima. Um dos subordinados dela em uma empresa ligou para a polícia, pois não conseguia falar com a vítima havia alguns dias.

“Os gatos foram deixados sozinhos por duas semanas e não havia comida. Então, o que mais comer?”, opinou um especialista encarregado de cuidar dos animais — a maioria deles da raça maine coon, a maior raça de gatos domésticos do mundo.

“É compreensível, né? Eles comeram o que tinha”, completou o especialista em entrevista à agência de conteúdo Newsflash

A maioria dos gatos foi descrita como saudável e alguns deles foram vendidos por cerca de R$ 180 (1.968 rublos), o que mostra que o capitalismo realmente não tem limites. Não foi informado se os compradores sabem do gosto por carne humana que os felinos podem ter adquirido.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Municípios da Comcam receberão R$ 17,8 milhões do pré-sal no dia 30 deste mês
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: