conecte-se conosco


MATO GROSSO

Escola Estadual Arlete Maria recebe primeira reforma geral em 30 anos

Redação

Publicados

em


A Escola Estadual Professora Arlete Maria da Silva está transformada. Depois de 10 anos de muita luta, de obras paralisadas, com aulas até em salas sem piso ou de madeira, mofadas, os estudantes dos bairros Asa Bela e Jardim Eldorado, em Várzea Grande, vão encontrar um cenário completamente diferente quando puderem retornar para as salas de aula.

A unidade escolar tem 30 anos e recebeu a primeira reforma geral e uma nova quadra poliesportiva. As obras estão na reta final e a previsão é que tudo esteja pronto até o mês de março.

Mesmo com acabamentos para fazer, quem visita a escola se depara com um prédio praticamente novo. Foi o que constatou o secretário de Estado de Educação (Seduc-MT), Alan Porto, acompanhado de uma equipe técnica, durante vistoria às obras na manhã desta quinta-feira (21.01).

“Vamos entregar uma escola nova, com todas as salas de aula climatizadas, mobiliário novo e um espaço adequado para os estudantes realizarem suas atividades físicas, com segurança. Eu tenho certeza que essa ambiência adequada vai elevar o nível de aprendizagem dos nossos alunos, assim como a qualidade de vida dos nossos profissionais, melhorando o Índice de Desenvolvido da Educação Básica em Mato Grosso”, disse Alan Porto.

Leia Também:  Sábado (27): Mato Grosso registra 250.526 casos e 5.786 óbitos

A escola tem 12 salas de aula, com capacidade para atender até 1.200 alunos. Oferece Ensino Fundamental a partir do 6º ano e Ensino de Jovens e Adultos (EJA) no período noturno. E ainda há vagas. Quem quiser estudar na Escola Arlete Maria precisa ir até a unidade para fazer a matrícula.

10 anos de luta

A diretora da unidade, Maria Fernanda Gazeta afirma que a reforma era o sonho de toda a comunidade e que representa uma conquista muito grande. “Essa escola vai ser a mais bonita de Várzea Grande”, comemora.

E o sonho é antigo. Maria Fernanda conta que a reforma iniciou há 10 anos, mas foi paralisada e algumas das salas de aula ficaram até sem piso e portas, mas tinham que ser utilizadas. Nessa época, a quadra poliesportiva foi demolida, para a construção de um espaço adequado, mas que ficou na promessa.

Houve uma segunda tentativa de reformar a escola, mas a situação ficou ainda mais complicada. Foi quando construíram salas de aula de madeira, que na época da chuva ficavam mofadas e não podiam ser utilizadas.

Leia Também:  Serviço Meia Boca da Rota do Oeste na BR 163

A diretora conta que em 2019, com novo governador e secretários, a reforma, enfim, começou. Como em 2020 as aulas foram paralisadas em março, por causa da pandemia da Covid-19, as obras ganharam celeridade.

Estudantes ficaram 10 anos sem quadra poliesportiva

‘Menina dos Olhos’

Maria Fernanda Gazeta mostra com orgulho os diversos troféus e medalhas que os estudantes conquistaram em jogos escolares. E tudo isso sem uma quadra poliesportiva. A diretora revela que eles treinavam nas quadras das praças dos bairros.

Agora, com o novo espaço, ela aposta que os resultados serão ainda melhores. “A quadra poliesportiva é nossa menina dos olhos. Ela vai engajar todos nos projetos esportivos. Os estudantes terão onde treinar com toda a segurança”.

Investimentos

O investimento feito pelo Governo de Mato Grosso na reforma geral da Escola Arte Maria, por meio da Seduc, foi de R$ 2.657.582,95. As obras atingiram toda a parte interna e também a externa. Os pisos dos corredores receberam revestimento cerâmico, pintura, forro, iluminação e janelas. Além disso, toda estrutura recebeu acessibilidade, rampas, corrimão, piso tátil nas áreas internas e externa.  

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Serviço Porco da Rota do Oeste na BR 163

Página1

Publicados

em

Por

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Diagnóstico precoce de doenças raras pode evitar progressão e sequelas, alerta especialista do MT Saúde
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA