conecte-se conosco


CIDADES

Empresário de Rosário Oeste foi preso por suspeita de estupro de vulnerável

Publicados

em

Por Página 1

Na data de 13/01/2022, um homem de 41 anos foi preso por policiais do 7º batalhão de Polícia Militar por suspeita de ter relações sexuais com uma adolescente de 13 anos que mora com ele na Avenida Jorge Zamar em Rosário Oeste.

De acordo com informações da PM a vó da vítima fez a denuncia aos policiais, relatando que flagrou o abuso ao presenciar a sua neta menor de idade deitada na cama sem a parte de baixo das vestes, deitada na cama com o suspeito no dia 04/01/2022.

Ainda segundo a denunciante, ao presenciar o fato ela ficou desorientada e transtornada e foi para sua cidade de origem, mas retornou nesta data e fez a denúncia, depois de conversar com a sua família.

Após receber a denúncia, os policiais do 7º BPM de Rosário Oeste, com apoio do conselho tutelar do município foi até o local e encontrou o suspeito, sendo o mesmo conduzido para a Delegacia municipal juntamente com a vítima adolescente.

A adolescente conversou com o conselho tutelar de Rosário Oeste onde confirmou que os abusos eram frequentes e começaram há aproximadamente 5 anos. Disse ainda que na manhã do dia 13/01/2022 o suspeito havia mantido relação sexual com ela.

Leia Também:  Homem é preso pela PM com duas espingardas em Jaciara

Consta também no Boletim de Ocorrências que a mãe da adolescente relatou que não viu ou sabia dos fatos que aconteciam dentro da sua casa entre o seu marido e a sua filha.

O suspeito ficou detido na delegacia de Rosário Oeste onde deverá responder pelo crime de Estupro de Vulnerável.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Rosário Oeste pode desaparecer caso sejam construídas hidrelétricas acima das barragens, explica defensor.

Distrito de Nossa Senhora da Guia, Acorizal e Rosário Oeste podem desaparecer caso hidrelétricas sejam construídas acima das barragens, explica defensor ambiental.

Publicados

em

Por

Fonte: PNB On Line

Grupo quer alertar população para riscos da construção de hidrelétricas no rio Cuiabá.

A Pastoral da Ecologia Integral, em parceria com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) promoveu nesta quarta-feira (10.08), às 17h, um ato ecumênico e inter-religioso em defesa do rio Cuiabá e do Pantanal. O ato foi realizado nas imediações da Igreja do Rosário e de São Benedito.

O objetivo da manifestação foi convencer os deputados estaduais a derrubarem o veto do governador Mauro Mendes, que facilita a construção de seis barragens e instalações hidrelétricas no rio Cuiabá, no trecho entre a capital e o município de Nobres, assim como já está acontecendo em outros rios da bacia do Alto Paraguai. O Projeto de Lei que proíbe a construção dessas barragens já foi aprovado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso com 12 votos favoráveis, duas abstenções e nove ausências.

O mestre em Sociologia da Universidade Federal de Mato Grosso e defensor ambiental, professor Juacy da Silva explica que caso sejam construídas as hidrelétricas, acima das barragens poderá haver alagamento, ocasionando no desaparecimento de distritos como o de Nossa Senhora da Guia, Acorizal e Rosário Oeste.

Leia Também:  Comandante do 7º BPM parabenizou Rosário Oeste pelos seus 160 anos de emancipação

Já abaixo das barragens, poderá ocorrer a seca do Pantanal e a alteração no regime das chuvas. “Com o Pantanal seco não haverá mais vidas e poderá afetar toda a biodiversidade. O Pantanal seco é sinal de morte e não de vida”, ressaltou o professor.

“Nós cristãos precisamos defender as obras da criação e o Rio Cuiabá e outros rios que formam a bacia do Alto Paraguai, e consequentemente o Pantanal, estão correndo o risco de secarem e morrerem em decorrências de umas barragens que estão sendo construídas e outras que estão querendo construir”, completou Juacy, reforçando o convite à população para comparecer no ato, que ocorrerá nas imediações da Igreja do Rosário e São Benedito.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: