conecte-se conosco


MATO GROSSO

Cuiabá recebe o primeiro Centro de Recondicionamento de Computadores de Mato Grosso

Publicados

em

O Estado de Mato Grosso recebeu, nesta quarta-feira (29), seu primeiro Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), o Recytec. A ação, em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), é parte do programa Computadores para Inclusão, cujo objetivo é reciclar os equipamentos descartados e distribuí-los em escolas, telecentros e bibliotecas públicas, para propiciar o acesso à tecnologia e informação da população em situação de vulnerabilidade social.

Em 2020, o Ministério das Comunicações (MCom) lançou edital de chamamento público, buscando parcerias para que novos CRCs fossem inaugurados no país. O investimento, de aproximadamente R$ 1 milhão, garantiu a abertura do primeiro centro de recondicionamento em Mato Grosso, em parceria com a ONG Programando o Futuro.  

“Estamos otimistas, porque o CRC de Cuiabá vai facilitar a coleta, o recondicionamento e a doação de computadores para Mato Grosso e região. Outro benefício é o descarte adequado dos materiais eletrônicos que não puderem ser reaproveitados”, afirmou a coordenadora de Projetos de Infraestruturas para Telecomunicações do MCom, Daniela Schettino. “Além disso, a ONG poderá ministrar cursos para a área de Tecnologia da Informação e Comunicação e de inclusão digital”, completou.

Em Mato Grosso, a proposta é que o Recytec garanta o processamento de 500 toneladas/ano de resíduos eletrônicos. A expectativa é de que o montante garanta o recondicionamento de aproximadamente 1.200 computadores, a serem destinados à espaços de inclusão digital.

Leia Também:  Quatro torcedores são presos durante jogo entre Atlético-MG e Flamengo

A Seciteci assinou, também com a ONG Programando o Futuro, o edital para a oferta de 200 vagas em cursos de formação profissionalizante, nas áreas de Informática Intermediária, Robótica e Assistente de Manutenção de Computadores, além do curso para Técnico em Informática.

Os cursos possuem carga horário média de 120 horas0 e turmas em turnos variados. A meta é garantir a qualificação profissional anual de aproximadamente 1.000 alunos. Os cursos serão ofertados pela Escola Técnica Estadual (ETE) de Cuiabá, com início previsto para 15 de agosto.

“Nós [parceiros], descerramos uma placa de inauguração, mas a placa é só um símbolo. Existe um propósito muito maior por trás desse símbolo. Quando o governo investe em centros para tratamento de resíduos eletrônicos, está dando uma resposta ambiental para problemas crônicos mundiais. O mesmo ocorre, quando decidimos atrelar este trabalho à oferta de qualificação profissional; é outra resposta dada à sociedade quanto aos esforços do Estado em qualificar o cidadão”, defendeu o secretário da Seciteci, Maurício Munhoz.

Leia Também:  Com sinal de malha, pescado é apreendido em Nortelândia

“Tivemos um longo trabalho para expandir o Recytec aos Estados. Vencida essa etapa, a meta agora é chegar aos municípios. Inclusive, queremos avançar nesse continente chamado Mato Grosso. Políticas públicas e projetos sociais são movidos por abnegados. A vontade e a disposição, com que fomos recebidos em Mato Grosso, nos deixou impressionados, pelo nível de parceria que o estado possui. Além da solução ambiental e da promoção da inclusão digital, o projeto muda vidas. Cada aluno qualificado tem a oportunidade de escolher o caminho que pretende seguir, de garantir dignidade e bem estar à sua família. Impactar vidas é também função do projeto”, definiu o presidente da ONG Programando o Futuro, Vilmar Simion Nascimento.

Na oportunidade, as Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) de Diamantino e Poxoréo também foram beneficiadas com a entrega de ônibus escolares, que terão a finalidade de atuar no combate à evasão escolar e no fortalecimento das atividades práticas.

Com informações do Ministério das Comunicações. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Foto de ex-BBB é usada em registro de candidato de MT na Justiça Eleitoral

O partido Democracia Cristã (DC) informou que foi um erro de dados, mas que já foi solicitado a troca e correção.

Publicados

em

Por

Fonte: G1

O perfil do pré-candidato a deputado estadual Luciano Gomes de Oliveira de Comodoro, a 677 km de Cuiabá, está cadastrado com a foto de urna do ex-participante do reality show Big Brother Brasil. Uma foto do Gil do Vigor está no site de divulgação de candidaturas e contas eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O partido Democracia Cristã (DC) informou que foi um erro de dados, mas que já foi solicitado a troca e correção. Segundo o DC, o erro não foi do pré-candidato. O partido informou que contratou uma empresa que ficou responsável pela qualidade da foto e que o erro foi da empresa. Segundo o DC, assim que o partido tomou conhecimento dos fatos, contatou o jurídico e solicitou a alteração da imagem.

O g1 tenta localizar o pré-candidato.

A foto de urna seria o local onde deveria estar a imagem do pré-candidato. Ela aparece ao lado de informações do político, como nome, local de nascimento e patrimônio.

A última data de atualização do cadastro do político foi realizada nessa sexta-feira (12). Os pré-candidatos tem até segunda-feira (15) para realizar as candidaturas no site do TSE.

Leia Também:  Consema aprova 1ª licença para construir ferrovia Rondonópolis-Cuiabá-Nova Mutum-Lucas do Rio Verde

O economista pernambucano Gil do Vigor conquistou o 4º lugar no BBB-21 e chegou a ficar quase 100 dias dentro da casa. Ele ficou conhecido pelos bordões e o carisma dentro do reality.

Após o confinamento, Gil do Vigor recebeu o título de Cidadão Paulistense, um voto de aplauso e a Comenda Padre João Ribeiro Pessoa de Melo Montenegro, a mais alta honraria de Paulista, município no Grande Recife onde o ex-BBB morava.

Atualmente o ex-participante está nos Estados Unidos fazendo pós-doutorado.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: