conecte-se conosco


POLÍTICA

CPI da Energisa ouve Faissal e acata sugestões feitas pelo parlamentar

Redação

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Faissal Calil (PV) foi ouvido na última terça-feira (30) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades e fraudes cometidas pela Energisa, concessionária de energia elétrica que atua em Mato Grosso. A apuração na Casa já dura um ano e meio e algumas sugestões do legislador foram acatadas pelos membros do grupo que apura denúncias envolvendo a empresa.

No requerimento, entregue à Comissão e aprovado por unanimidade pelos colegas de parlamento, Faissal pede que a empresa apresente a evolução dos investimentos executados pela Energisa desde 2013 e quem ela contratou para a execução destes serviços. O deputado sugeriu ainda que a concessionária forneça todos os contratos referentes a construção das linhas de transmissão a partir do início das atividades da mesma em Mato Grosso, juntamente com as notas fiscais de pagamento destas operações

“Se faz necessário que esta CPI busque as explicações e solicite a documentação relativa aos investimentos feitos pela Energisa em todo o período de concessão em Mato Grosso. É de suma importância a elucidação dos fatos, visto que o valor das tarifas é medido pelos investimentos executados pela concessionária, considerando que estes recursos aplicados pela empresa são ressarcidos a ela pelo consumidor”, afirmou.

Leia Também:  Rotam recebe EPIs, fardamento e armamento

Recentemente, Faissal apresentou uma série de denúncias em suas redes sociais apontando manobras contábeis e irregularidades cometidas pela Energisa em Mato Grosso. Entre as fraudes apontadas pelo parlamentar estão, por exemplo, a omissão em balanços da empresa de investimentos feitos para serem inseridos em anos posteriores, resultando assim em números divergentes que iriam se somar aos ativos da empresa.

“Chegaram ao nosso conhecimento alguns indícios de manipulação contábil e o que nós queremos é que se investigue a fundo estes investimentos executados pela Energisa em nosso estado. A tarifa que pagamos em nossas contas de energia é calculada também com base nestes números, ou seja, tudo que ela faz, como linha de transmissões por exemplo, é repassado futuramente no cálculo tarifário e é o cidadão quem, literalmente, paga essa conta. Verificamos em um estudo breve e preliminar de seus balanços que são fornecidos pela própria Energisa, em seu site, algumas inconsistências”, disse o parlamentar.

Além de escutar Faissal, a CPI da Energisa também definiu, na reunião de terça-feira, que irá ouvir o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone da Nóbrega, assim como um dos diretores da autarquia, Sandoval de Araújo Feitosa Neto. Ambos devem ser interrogados pela Comissão em breve.

Leia Também:  Procon estadual conta com apenas 8 servidores para atender 141 municípios em MT
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Quatro secretarias apresentam resultados das ações realizadas no 2º semestre de 2020

Redação

Publicados

em

Por


Foto: Marcos Lopes

A Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realizou, nesta quinta-feira (13), audiência pública para apresentação das metas físicas prioritárias das secretarias de Estado de Meio Ambiente, Educação, Desenvolvimento Econômico e de Segurança Pública referentes ao 2º semestre de 2021. Grande parte dos resultados atingiu a meta pré-estabelecida, com pequenas exceções de algumas áreas diretamente afetadas pela pandemia, como educação e segurança pública.

A primeira apresentação foi da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que teve como destaque a implementação das atividades pedagógicas não presenciais, via plataforma digitais, e das aulas pré-Enem, por meio de parceria com a TV Assembleia e disponibilização no Youtube. Além disso, 19 mil profissionais da educação foram capacitados para o retorno às aulas de forma virtual.

Também foram realizadas a entrega de 509 mil apostilas entre agosto e novembro e de 487,2 mil kits alimentação para os alunos e empenhados R$ 42 milhões para o setor de transportes, que ficou responsável pela logística. De acordo com a Seduc, ações executadas para prevenção da Covid-19 nas unidades foram viabilizadas por meio de transferência extraordinária de recursos.

Na secretária de Estado de Segurança Pública, grande parte das metas também foi cumprida, com exceção do programa de Prevenção às Drogas pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que devido à suspensão das aulas presenciais não pode concluir integralmente os atendimentos previstos. O mesmo aconteceu com o projeto social do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso “Bombeiros do Futuro”, que realizou somente 13% da meta. Os dois programas são realizados com os alunos nas escolas.

Leia Também:  Thiago Silva viabiliza melhorias para Jaciara

Para o responsável do Núcleo de Ação e Gestão Estratégica da Sesp, Alex Sandro Salles Costa, é importante mostrar que, mesmo diante do cenário de pandemia, foi possível reduzir os índices de criminalidade no estado. De acordo com os dados, houve redução de 4% no número de homicídios dolosos, 27% nos roubos seguidos de morte, 29% nos roubos totais e de 60% nos crimes de feminicídios.

Economia – A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) também apresentou os resultados alcançados, com destaque para o início das obras do prédio administrativos e alfandegário da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres. 

De acordo com o secretário adjunto Celso Banazeski, além das obras em andamento, está em fase de planejamento o projeto das quadras onde as empresas serão instaladas. “Ainda este ano o prédio administrativo deverá ser concluído e a ordem do governador Mauro Mendes é que a inauguração seja realizada somente quando as quadras estiverem prontas”.

A Sedec também apresentou os resultados com relação às obras de infraestrutura turísticas, das quais foram realizadas duas recuperações e uma pavimentação de rodovia e a sinalização do entorno de Cuiabá. Estão em execução a construção dos Centros de Eventos dos municípios de Tangará da Serra e de Barra do Bugres, a Praça do Festival em Chapada dos Guimarães e a Praça Manoel Loureiro, em Rosário Oeste.

Meio Ambiente – O Estado de Mato Grosso lavou R$ 1,5 bilhão em multas por crimes ambientais em 2020, de acordo com o balanço apresentado pelo secretário-adjunto da Sema, Alex Sandro Marega. O valor é o triplo do valor médio estipulado, de RS 300 milhões.

Leia Também:  Quatro secretarias apresentam resultados das ações realizadas no 2º semestre de 2020

Estes valores são referentes aos autos de infração registrados somente pela Sema, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar. Se somadas as multas aplicadas pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual e Ibama, este valor alcança a cifra de R$ 3,8 bilhões. As multas são aplicadas pelas ações de combate ao desmatamento e queimadas ilegais e aos incêndios florestais.

Com isso, de acordo com o Marega, o Estado reduziu, em média, 30% o desmatamento no segundo semestre de 2020.

O consultor legislativo do Núcleo Econômico, Nasser Okde, questionou o representante da Sema com relação aos trabalhos de prevenção a incêndios para evitar que o Pantanal volte a sofrer com os incêndios, como ocorreu no ano passado. Segundo Marega, o governo apresentou, em fevereiro, um plano especial de combate a queimadas ilegais e incêndios. “Entre as ações está a contratação de pelo menos 100 brigadistas, a capacitação de pessoas, o aluguel de 80 veículos e a utilização de uma aeronave especialmente na prevenção e combate ao fogo”.

Agenda – As audiências públicas de apresentação de metas físicas são realizadas todos os semestres para analisar o desempenho das ações do Poder Executivo. No próximo dia 20 maio, as secretarias de Estado de Saúde, de Infraestrutura e Assistência Social, Trabalho e Cidadania apresentam seus resultados à ALMT.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

CIDADES6 horas atrás

NOBRES: Homem é preso por invadir residência no bairro Jardim Paraná

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira (12), no bairro Jardim Paraná acusado pelo crime de violação de domicílio....

CIDADES10 horas atrás

NOBRES: Menor foi detida conduzindo motocicleta na Ponte de Ferro

Uma jovem foi detida nesta noite (12), no bairro Ponte de Ferro, por dirigir um veículo sem possuir (CNH) em...

CIDADES22 horas atrás

Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Allan Kardec apresenta projeto de lei para ampliar aulas de Educação Física nas escolas

CIDADES22 horas atrás

DIAMANTINO: Secretário Gilson fala dos departamentos ligados a secretaria de assistência social

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Rotam recebe EPIs, fardamento e armamento

CIDADES22 horas atrás

ACORIZAL: TSE mantém cassação do registro de Meraldo Sá

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou o recurso do ex-deputado Meraldo Sá (PSD)...

CIDADES22 horas atrás

Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de “merda” na MT-010

Policiais militares conduziram um homem de 25 anos e uma mulher, 61, por crime de injúria mediante preconceito, ameaça, desacato,...

CIDADES23 horas atrás

Uma pessoa morre e outra fica ferida em grave acidente envolvendo 5 veículos na BR-163 em Diamantino-MT

Um senhor identificado como José Ribeiro Dias, 60 anos, morreu e outra pessoa (identidade não divulgada), ficou ferida na manhã...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA