conecte-se conosco


POLICIAL

Buscas localizam cadáver em depósito de entulhos que pode ser de jovem que foi torturado e morto em Jauru

Publicados

em

Após três dias de buscas, a Polícia Civil, com apoio de um grupamento do Corpo de Bombeiros, localizou nesta quinta-feira (09.06), em Jauru, um cadáver que, de acordo com as investigações, pode ser do jovem João Felipe dos Santos Bogea, desaparecido desde fevereiro depois de ser sequestrado, torturado e morto.

As buscas foram realizadas em um depósito de entulhos do município dentro das investigações instauradas pela Delegacia de Jauru para apurar os rimes de tortura, homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores e organização criminosa.

Os restos mortais da vítima foram localizados com apoio da equipe de Busca e Resgate com cães do Grupamento Atena, do 2ª Batalhão do Corpo de Bombeiros de Várzea Grande. A Secretaria de Obras da Prefeitura de Jauru também auxiliou o trabalho das equipes com a cessão de maquinários utilizados na escavação.

Investigação

A Delegacia de Jauru empregou quatro meses de diligências em campo, análise de perícias e levantamento de informações para esclarecer o desaparecimento da vítima.

As investigações coordenadas pelo delegado Antônio Carlos Pinzan Junior resultaram na prisão, até o momento, de cinco adultos envolvidos no crime e na internação de um adolescente. Também foi localizada uma mala de roupas da vítima e apreendidas armas e drogas durante as diligências da Operação Raptus. 

Leia Também:  NORTELÂNDIA: Homem é condenado a mais de 16 anos de prisão por estuprar sobrinha

O delegado explicou que a área onde o corpo foi localizado foi isolada para o trabalho da Politec, que coletará todos os materiais necessários e fará o encaminhamento à perícia forense para o confronto de material genético e confirmação da identidade da vítima.

“O inquérito policial será finalizado nos próximos dias e encaminhado ao Poder Judiciário com cópia ao Ministério Público Estadual. Os envolvidos serão indiciados por tortura, homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores e organização criminosa”, destacou o delegado.

Desaparecimento

João Felipe Bogea tinha 23 anos, era natural do estado do Maranhão e estava trabalhando em uma empresa de Jauru. O jovem desapareceu na noite do dia 06 de fevereiro deste ano, quando um grupo de pessoas o raptou no alojamento da empresa.

Desde o registro do desaparecimento, a Delegacia de Polícia de Jauru efetuou inúmeras diligências para chegar ao paradeiro da vítima.

No início de abril, a Polícia Civil realizou a primeira fase da Operação Raptus, cumpriu 12 mandados de busca e apreensão e reuniu informações que possibilitaram a identificação dos responsáveis pela tortura, homicídio e ocultação do cadáver da vítima.

Leia Também:  Polícia Civil tem altos índices de resolutividade em investigações de crimes contra a vida em Barra do Garças
Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil investiga mãe que quebrou dedo da filha em Lucas do Rio Verde

Publicados

em

Por

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e Mulher de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá), instaurou inquérito policial para apurar a conduta de uma mãe que quebrou o dedo da filha de 7 anos, enquanto a agredia como forma de correção.

A mulher, de 34 anos, poderá responder pelo crime de lesão corporal qualificada.

As diligências iniciaram após a equipe da Polícia Civil ser acionada, na terça-feira (05.07), por funcionários do Hospital São Lucas, os quais informaram que tinha dado entrada na Unidade de Saúde uma criança com fratura em um dos dedos.

As investigadoras do Núcleo de Atendimento foram ao local, onde conversaram com a mãe da vítima, que alegou que estava agredindo a filha com chineladas, para corrigi-la, quando a criança colocou a mão na frente, ocorrendo a fratura.

Diante dos fatos narrados, as policiais conduziram a mãe da menina até a Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde ela foi ouvida pelo delegado Eugênio Rudy Júnior.

Leia Também:  PM e Setasc doam 230 cestas básicas para famílias de Vila Rica e Santa Terezinha

Após prestar os devidos esclarecimentos, a suspeita foi liberada e sendo instaurado inquérito policial para apurar a conduta da mãe em relação à criança.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

CIDADES5 horas atrás

Ciclista de 70 anos morre atropelado na Estrada da Guia

Veículo Fiat Toro trafegava na via quando o ciclista cruzou a rodovia, sendo atingido pelo veículo que não conseguiu evitar...

CIDADES5 horas atrás

Homem embriagado bate em viatura da polícia e tenta tirar a vida na delegacia

Após bater na viatura, o homem perdeu o controle do veículo e bateu em um muro de uma residência.

CIDADES5 horas atrás

Municípios de MT retomam uso obrigatório de máscaras de proteção em locais fechados

Os municípios de Rondolândia e Poconé, por exemplo, publicaram um novo decreto obrigando novamente o uso da proteção.

CIDADES5 horas atrás

Prefeitura de Nobres adquire mais três veículos dentro do processo de renovação da frota

Assessoria A administração municipal de Nobres acaba de adquirir mais três veículos, da marca Fiat, que foram já foram entregues...

CIDADES12 horas atrás

Homem passa mal em casa e morre de infarto no hospital em Nobres

Noticias Nobre Antônio Machado de 67 anos de idade morador do Centro de Nobres veio a óbito no começo da...

CIDADES1 dia atrás

Polícia Civil prende mulher após furtar dinheiro de idoso em Diamantino

Uma mulher que furtou R$ 500 de um idoso em Diamantino (208 km a médio norte de Cuiabá), foi presa...

CIDADES1 dia atrás

Jovem arromba loja de roupas e acaba preso em flagrante pela PM em Nova Mutum

Redação e fotos de Djeferson Kronbauer – Powermix A Polícia Militar prendeu na madrugada desta terça-feira (05), por volta das...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: