conecte-se conosco


CIDADES

BARRA DO BUGRES: Decisão judicial suspende obras em prédio de hospital regional

Página1

Publicados

em

Uma decisão judicial determinou que a prefeitura de Barra do Bugres (168 km de Cuiabá) suspenda imediatamente a realização de obra de engenharia no prédio do Hospital Regional Roosevelt Figueiredo Lira. Conforme a decisão, os requeridos devem ainda suspender qualquer ato de gestão ou administração do hospital até a apresentação da documentação referente ao procedimento licitatório correlato e a realização de estudo de impacto financeiro e contábil que demonstre a viabilidade do Município assumir a gestão do hospital.

A decisão é da 2ª Vara de Barra do Bugres que, para caso de descumprimento, estabeleceu multa diária no valor de R$ 1 mil. A ação civil pública foi proposta após o Ministério Público ser informado pelo próprio prefeito municipal, em 7 de abril de 2021, que havia revogado a cessão de uso do prédio onde funciona o hospital concedida em favor do Estado de Mato Grosso, reassumindo a gestão da unidade e iniciado obras de engenharia no empreendimento.

O MPMT então oficiou o Município de Barra do Bugres para apresentar estudo de impacto financeiro e contábil que comprove a viabilidade do ente municipal assumir a gestão do hospital, bem como os documentos correlatos ao procedimento licitatório e projetos de engenharia da obra, que já havia se iniciado. Passados 10 dias, a Assessoria Jurídica do Município solicitou a concessão de mais 30 dias para apresentar a documentação.

Leia Também:  PRF apreende 30 tabletes de pasta base de cocaína em Diamantino; homem foi preso

“Diante do evidente risco de danos, pois não há comprovação da viabilidade financeira a respeito da possibilidade do Município de Barra do Bugres assumir a gestão do Hospital Regional e não há comprovação da regularidade da obra já em curso no prédio do hospital, o Ministério Público expediu uma Notificação Recomendatória para que o ente municipal suspenda imediatamente a obra de engenharia no Hospital Regional e se abstenha de adotar qualquer ato de gestão até que apresente os documentos requeridos”, narrou a promotora de Justiça Tereza de Assis Fernandes. Contudo, a recomendação não foi acatada e as obras no prédio continuaram.

Para a Promotora de Justiça, “há indícios de que o prefeito municipal não detém documentação que confere legalidade no processo de reforma estrutural e documentos que comprovam a possibilidade do ente assumir a gestão do Hospital Regional sem onerar o cofre público municipal”. Ao propor a ação, Tereza de Assis Fernandes considerou também a existência de decisão judicial anterior, proferida em ação ajuizada pelo próprio Município em desfavor do Estado para que o governo assumisse a administração do hospital.

Leia Também:  Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de "merda" na MT-010

O Hospital Regional Roosevelt Figueiredo Lira foi instituído pela Lei Estadual nº 7.492/2001, que determina a responsabilidade do Estado na gestão da unidade. Até julho de 2020, o hospital era administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Médio Norte. Com o fim do contrato, o Estado reassumiu a administração e, após identificar diversos problemas estruturais no prédio e em equipamentos médicos, optou por fechar a unidade a fim de providenciar inventário, elaborar projeto de engenharia e afins para realização das reformas estruturais necessárias e viabilizar a reabertura com segurança. Nesse ínterim, o Município decidiu assumir a administração da unidade.

PNB on line

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

NOBRES: Homem é preso por invadir residência no bairro Jardim Paraná

Página1

Publicados

em

Por

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira (12), no bairro Jardim Paraná acusado pelo crime de violação de domicílio.

A PM, foi solicitada pela vítima pelo telefone funcional, sua casa estava sendo invadida por um homem.

Policiais foram até o local, durante varredura foi encontrado um homem andando pelo quintal.

Abordado, o suspeito foi encaminhado para Delegacia para providências cabíveis.

Fonte: Nobres Notícias

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com apoio do REM-MT, produção sustentável pode render 20 toneladas de limão em Jangada
Continue lendo

CIDADES

CIDADES4 horas atrás

NOBRES: Homem é preso por invadir residência no bairro Jardim Paraná

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira (12), no bairro Jardim Paraná acusado pelo crime de violação de domicílio....

CIDADES8 horas atrás

NOBRES: Menor foi detida conduzindo motocicleta na Ponte de Ferro

Uma jovem foi detida nesta noite (12), no bairro Ponte de Ferro, por dirigir um veículo sem possuir (CNH) em...

CIDADES20 horas atrás

Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

CIDADES20 horas atrás

DIAMANTINO: Secretário Gilson fala dos departamentos ligados a secretaria de assistência social

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

CIDADES20 horas atrás

ACORIZAL: TSE mantém cassação do registro de Meraldo Sá

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou o recurso do ex-deputado Meraldo Sá (PSD)...

CIDADES20 horas atrás

Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de “merda” na MT-010

Policiais militares conduziram um homem de 25 anos e uma mulher, 61, por crime de injúria mediante preconceito, ameaça, desacato,...

CIDADES20 horas atrás

Uma pessoa morre e outra fica ferida em grave acidente envolvendo 5 veículos na BR-163 em Diamantino-MT

Um senhor identificado como José Ribeiro Dias, 60 anos, morreu e outra pessoa (identidade não divulgada), ficou ferida na manhã...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA