conecte-se conosco


CIDADES

ARENÁPOLIS: Mãe e namorada são condenadas pela morte de criança de 3 anos ocorrida em 2019

Mãe foi condenada pelo crime de tortura por omissão e absolvida do crime de homicídio duplamente qualificado e namorada é condenada a mais de 25 anos pela morte de enteado de 3 anos ocorrida em novembro de 2019.

Publicados

em

Fonte: Repórter News

Terminou no fim da noite de sexta-feira (08.10), por volta das 23 horas, após dois dias de debate, o julgamento de Luana Marques Fernandes (25), mãe do pequeno Davi Gustavo Marques de Souza (3 anos), morto no dia 26 de novembro de 2019, após agressões/espancamentos da namorada Fabíola Pinheiro Bacelar (22).

Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, residia no município de Nova Marilândia, a 261 km de Cuiabá, com sua mãe Luana Marques Fernandes, de 25 anos e a namorada dela, Fabíola Pinheiro Bracelar.

A época dos fatos, o delegado Marcelo Henrique Maidame, disse que o laudo sobre a morte do menino havia indicava que ele teve um intenso sofrimento físico com graves ferimentos.

De acordo com os autos, numa ocasião, o menino chegou a ser atropelado por Fabíola, que o prensou contra o portão da casa, e quando questionadas sobre os hematomas na criança, elas alegavam que ele havia se machucado jogando futebol.

Fabíola Pinheiro Bacelar foi condenada pelo crime de Homicídio triplamente qualificado sendo reconhecidos pelo júri as qualificadoras: 1º motivo torpe (ódio), 2º Morte mediante tortura/espancamento (meio cruel) e 3º Recurso que impossibilitou a defesa da vítima (criança), sendo condenada por este crime a uma pena de 19 anos e 3 meses de reclusão.

Leia Também:  Veículo fica com a frente destruída em batida no centro de Rosário Oeste.

Foi condenada também pelo crime de tortura por fatos ocorridos antes do dia da morte de Davi, condenado por tais fatos a pena de 6 anos 6 meses e 25 dias.

Sendo condenada definitivamente ao total de 25 anos, 09 meses e 25 dias de reclusão inicialmente em regime fechado. A mesma foi defendida pelo advogado José Carlos Pereira

Luana Marques Fernandes foi absolvida da acusação de homicídio duplamente qualificado, onde os jurados não reconheceram a ação delitiva da ré e a absolveram das acusações de homicídio, no entanto o júri reconheceu que a mesma foi culpada pelo crime de tortura em sua modalidade omissão, sendo sentenciada a uma pena definitiva de 3 anos 10 meses e 15 dias de detenção, inicialmente fixado regime semiaberto mas devido ao fato da condenado estar presa (desde a data do fato) já ha 1 ano 10 meses e 12 dias o juiz aplicou a detração e concedeu o direito da sentenciada de cumprir o restante da pena em regime aberto. Expedindo se assim o alvará de soltura.

Leia Também:  NOBRES: Leocir Hanel repete equipe de governo e Flávio Dalmolin e Neidinha assumem secretárias

Luana Marques teve sua defesa patrocinada pelos advogados criminalistas José Carlos de Almeida Benevides e Nilton Gomes.

Ao fim da leitura da sentença o Juiz pediu para a população presente no momento do veredito, não deixar de denunciar situações de maus tratos, torturas e violências contra crianças que por ventura venham a ocorrer futuramente na cidade de Arenápolis bem como nas cidades vizinhas para que casos como esse não voltem a ocorrer.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Cuiabá vence o Juventude e sai da zona da degola

Para se manter fora do Z4, Dourado ainda depende dos resultados de Fortaleza e Coritiba que entram em campo neste domingo (14)

Publicados

em

Por

Fonte: UOL

O Cuiabá venceu o Juventude por 1 a 0 na noite de hoje (13) e voltou a saber o que é uma vitória no Brasileirão após cinco rodadas sem triunfos. A partida válida pela 22ª rodada foi disputada na Arena Pantanal, no Mato Grosso, contou com a estreia do atacante Deyverson, após quatro meses sem entrar em campo. Com a vitória a equipe dourada subiu na tabela e saiu da zona de
rebaixamento. Agora o time ocupa a 15ª posição, com 25 pontos somados. O Juventude, por outro lado, permanece na lanterna do Brasileirão, com 16 pontos.

Foi bem: Rafael Gava veloz

Rafael Gava não conseguiu deixar o dele, mas o volante foi crucial no meio campo Dourado ao vencer duelos aéreos e investir velocidade nas transições entre os setores sempre que acionado, especialmente ao tabelar com Pepê e Valdívia.

Foi mal: Bruno Nazário desconcentrado

Bruno Nazário não esteve concentrado na partida. O atacante da equipe de Caxias do Sul perdeu a bola em lances que poderiam ter dado outro rumo ao jogo e não conseguiu desenvolver claras jogadas que eram ensaiadas.

André volta a marcar após sete rodadas

André finalmente voltou a marcar pela equipe. Antes de fazer o primeiro gol do jogo de hoje, o atacante só tinha balançado a rede pela equipe mato-grossense na 11ª rodada, no empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão.

Leia Também:  Vacinação de idosos com mais de 90 anos começa nesta quinta feira (18/02) em Rosário Oeste

Deyverson estreia no Dourado

Recém-contratado, Deyverson estreou pelo Cuiabá substituindo André aos 14 do segundo tempo. A última vez em que o atacante esteve em campo foi ainda pelo Campeonato Paulista jogando pelo Palmeiras, e após ficar sem clube, começou a manter o preparo físico por conta própria. O atacante até teve chance de marcar aos 34′, mas isolou a bola e mandou a bola na arquibancada da Arena Pantanal.

Cuiabá prioriza posse e aproveita chances

A defesa do Cuiabá, apesar da pressão rival em alguns momentos, conseguiu manter a tranquilidade e evitar o pior. Embora tenha aberto o placar e tido mais posse de bola priorizando o controle do jogo ao contrário do Juventude, que focou em atacar, a equipe não mostrou muito perigo e soube aproveitar uma das poucas chances claras que teve, tendo equilibrado o jogo com os visitantes nos minutos finais da primeira etapa.

Fim do jejum de vitórias

O Cuiabá voltou a sentir o gosto da vitória depois de cinco rodadas sem saber o que era vencer. O último triunfo da equipe antes da partida de hoje foi por 1 a 0 contra o Botafogo, na 16ª rodada do Brasileirão. Além de voltar a vencer, a equipe conseguiu sair por enquanto da degola da tabela.

Leia Também:  Dois são presos com maconha no Bairro Buriti em Diamantino

Juventude peca nas bolas aéreas

Com uma postura tática bem definida com três zagueiros, Thalisson Kelven, Paulo Miranda e Nogueira, não avançaram e focaram em rebater chegadas, mas pecaram ao aceitar com facilidade jogadas aéreas da equipe Dourada. O setor ofensivo, por outro lado, mostrou perigo, e conseguiu chegar várias vezes, principalmente pelo lado esquerdo do campo, embora, mas sem sucesso ao finalizar.

Cronologia

O Dourado finalizou sete vezes contra a meta, cinco de dentro da área em jogadas alternadas nas quais as melhores chances surgiram com Gabriel Pirani aos 25′ e Rafael Gava aos 45′ da primeira etapa. O Ju chegou em três arremates, mas a melhor oportunidade saiu de Pitta aos 14′. Na segunda etapa, Rafael Gava, antes mesmo do primeiro minuto tentou de fora da área, exigindo grande defesa de Pegorari. Pepê, dois minutos depois, também tentou o dele, mas a bola foi fraca em direção ao gol.

Próximos jogos

Na próxima rodada o Dourado viaja para encarar o Atlético-GO, na quinta-feira (18), às 18h (horário de Brasília). O Juventude só volta a campo no próximo final de semana, no domingo (21), diante do Botafogo, às 11h.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: