conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

“Agora não pode mais prender jornalista”, ironiza Moro

Redação

Publicados

em


source
Moro arrow-options
Reprodução/Twitter

Sergio Moro participou do programa Pânico nesta segunda-feira

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participou do Programa Pânico na rádio Jovem Pan nesta segunda-feira (27) e afirmou que, com a Lei de Abuso de Autoridade, “agora não pode mais prender jornalista”. A hashtag #MoronoPânico foi o assunto mais comentado do Twitter no Brasil. 

Leia também: Na Índia, Eduardo Bolsonaro diz querer abrir mercado de armas no Brasil

Durante o programa, o jornalista André Marinho fez uma brincadeira e imitou a voz e sotaque do ministro, e afirmou: “Espero que você não me dê voz de prisão”. Moro , por sua vez, ironizou: “Agora tem a Lei de Abuso de Autoridade, não pode mais prender jornalista né”.

O ministro também fez críticas a imprensa e afirmou que os veículos ignoram dados relevantes da pasta da Justiça. “A imprensa faz seu trabalho, claro, mas às vezes não dá muita importância a dados positivos da Segurança Pública e de outras áreas. É papel dela, mas às vezes é um pouco crítica demais”, afirmou.

Leia Também:  Câmara aprova criação do Fundo de Investimento para o Setor Agropecuário

Um dos entrevistadores também mencionou o jornalista Glenn Greenwald, denunciado pelo Ministério Público por supostamente ter auxiliado na invasão de celulares de autoridades, incluindo Moro. O ministro comentou que Glenn teria sido barrado em sua entrevista no Roda Viva, mas depois recuou e afirmou que não sabe se o jornalista foi impedido de participar. 

Leia também: “Ele esqueceu a ética e a moral”, diz Mourão sobre Witzel após conversa gravada

O ex-juiz afirmou ainda que apoiará  Bolsonaro em 2022 e negou a existência de atritos com o presidente. “Já falei um milhão de vezes, daqui a pouco vou tatuar na testa”, afirmou. “É uma questão de lealdade”. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

PEC que aumenta repasse a municípios ainda pode ser votada nesta terça

Redação

Publicados

em

Por

 

O deputado Marcel van Hattem (Novo-RS), que preside a sessão plenária em andamento, esclareceu que a Câmara dos Deputados ainda pode votar hoje a PEC 391/17, que aumenta em 1 ponto percentual os repasses de alguns tributos da União para as cidades, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Porém, para que isso aconteça, ele afirmou que é preciso exaurir a pauta da sessão em andamento, que tem 12 propostas aguardando votação. Ou deve ser encerrado o prazo da sessão em andamento – 5 horas mais prorrogação – e se iniciar nova sessão. A sessão que ocorre neste momento começou às 16h56.

Saiba como funcionam as sessões virtuais do Plenário

Mais informações a seguir

Reportagem – Lara Haje
Edição – Pierre Triboli

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputados analisam em Plenário o marco legal do câmbio
Continue lendo

CIDADES

CIDADES5 horas atrás

NOBRES: Homem é preso por invadir residência no bairro Jardim Paraná

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira (12), no bairro Jardim Paraná acusado pelo crime de violação de domicílio....

CIDADES9 horas atrás

NOBRES: Menor foi detida conduzindo motocicleta na Ponte de Ferro

Uma jovem foi detida nesta noite (12), no bairro Ponte de Ferro, por dirigir um veículo sem possuir (CNH) em...

CIDADES21 horas atrás

Acusado de homicídio em 2018 é preso após trabalho investigativo da polícia de Diamantino

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Governo trabalha com expectativa de 250 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 nos próximos meses

CIDADES21 horas atrás

DIAMANTINO: Secretário Gilson fala dos departamentos ligados a secretaria de assistência social

COMENTE ABAIXO: Leia Também:  Projeto concede isenção de IPI para automóveis adquiridos por feirantes

CIDADES21 horas atrás

ACORIZAL: TSE mantém cassação do registro de Meraldo Sá

O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, negou o recurso do ex-deputado Meraldo Sá (PSD)...

CIDADES21 horas atrás

Em moto, Avó e neto são presos após xingar policiais de “merda” na MT-010

Policiais militares conduziram um homem de 25 anos e uma mulher, 61, por crime de injúria mediante preconceito, ameaça, desacato,...

CIDADES21 horas atrás

Uma pessoa morre e outra fica ferida em grave acidente envolvendo 5 veículos na BR-163 em Diamantino-MT

Um senhor identificado como José Ribeiro Dias, 60 anos, morreu e outra pessoa (identidade não divulgada), ficou ferida na manhã...

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA MT

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA