conecte-se conosco


CIDADES

ACORIZAL: MPE investiga município que recebeu R$ 1 milhão para tratar covid e está com posto cercado por grades

Publicados

em

Reprodução

O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) abriu investigação para apurar suposta negligência nas ações ao combate ao covid-19 pelo município de Acorizal (74 km de Cuiabá). Conforme informações preliminares, a cidade recebeu mais de R$ 1 milhão do Governo Federal para realizar trabalhos relacionados ao combate do vírus. Porém, o valor não está sendo corretamente empregado.

Conforme portaria de instauração do inquérito, “o único posto de saúde estaria com grades de proteção com as pessoas medindo pressão de pé por uma janela”. Documento, datado do dia 15 de janeiro, é assinado pelo promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17), 199.006 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.793 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 562 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 199.006 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.133 estão em isolamento domiciliar e 185.040 estão recuperados.

Leia Também:  Mulher dorme ao volante e derruba poste na Avenida 31 de Março

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 277 internações em UTIs públicas e 341 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,84% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Fonte: Olhar Jurídico

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Sorriso: Jovem é ameaçado e perde quase R$ 3 mil após trocar mensagem com mulher casada

Publicados

em

Por

Terra MT Digital

Um jovem, de 19 anos, procurou delegacia para relatar que pode ter caído em um golpe após receber uma solicitação de amizade no Facebook, de uma mulher e depois ser ameaçado por dois homens, que entraram em contato via whatsapp.

Segundo o jovem, ele aceitou o pedido de amizade da suposta mulher e começaram a conversar.

Ele passou o número do WhatsApp e depois que estavam conversando e a conversa estava “caliente, dois homens entraram em contato com o jovem por números diferentes pelo WhatsApp, dizendo que o jovem estava mexendo com mulher casada e que seus colegas iriam pegá-lo, que eles eram faccionados e que queriam resolver logo o problema, então pediram uma quantia de R$3000, pra deixar o jovem sem problemas com o esposo da mulher.

O jovem, com medo, realizou cinco transferência no total uma no valor de R$ 1000, cinco no valor de R$ 500 e uma no valor de R$311 totalizando R$2811.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Juiz determina que material publicitário de Diego Taques(PSD) com Meraldo não seja mais divulgado
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: