conecte-se conosco


Geral

25 cães morrem sufocados após serem deixados dentro de carro

A dona dos animais foi encaminhada para a Delegacia de Londrina

Publicados

em

A Polícia Civil abriu nesta terça-feira, 7, um inquérito para investigar a morte de 25 cães em Londrina, no norte do Paraná.

Os animais foram deixados dentro de um carro fechado. De acordo com a Guarda Municipal (GM), que foi acionada logo depois de uma denúncia de maus-tratos, uma moradora de Londrina que recolhe animais abandonados, estava se mudando para outra residência e, para fazer o transporte dos animais, contratou uma Fiorino.

 


A mulher disse às autoridades que no trajeto para a casa nova o veículo apresentou um problema mecânico e o motorista da Fiorino estacionou o carro e saiu em busca de ajuda. Nesse período, os cães ficaram dentro do veículo sem ventilação e, ao que tudo indica, morreram sufocados.
O condutor teria ainda jogado os animais na calçada após o problema, segundo o relato da mulher. A dona dos cães disse ainda à polícia que tentou salvar alguns que apresentavam sinais vitais, mas não conseguiu.
A dona dos animais foi encaminhada para a Delegacia de Londrina. Após assinar um termo circunstanciado,
ela foi liberada. O motorista da Fiorino ainda não foi localizado.
Delegado se pronunciou pelas redes sociais
O delegado Osmir, de Londrina, disse no Instagram que a situação é lastimável. “Acabei de determinar ao delegado responsável uma investigação rigorosa dos fatos em virtude da possível ocorrência de crime e vou acompanhar o trabalho”.
As informações são do Portal GMC Online.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Municípios recebem R$ 17,8 milhões do leilão do pré-sal Goioerê fica com R$ 1.124.768,53
Propaganda

Geral

Mulher é comida pelos 20 gatos de estimação após morrer em casa

Policiais russos encontraram o corpo da mulher, não identificada, parcialmente devorado

Publicados

em

Por

Reprodução/The Sun

Hora 7 – R7

O corpo de uma mulher foi devorado parcialmente pelos 20 gatos de estimação dela. A descoberta foi feita por policiais, que encontraram o corpo cerca de duas semanas após a morte, em casa.

O caso ocorreu em Bataysk, na Rússia, e as autoridades não revelararam a identidade nem a idade da vítima. Um dos subordinados dela em uma empresa ligou para a polícia, pois não conseguia falar com a vítima havia alguns dias.

“Os gatos foram deixados sozinhos por duas semanas e não havia comida. Então, o que mais comer?”, opinou um especialista encarregado de cuidar dos animais — a maioria deles da raça maine coon, a maior raça de gatos domésticos do mundo.

“É compreensível, né? Eles comeram o que tinha”, completou o especialista em entrevista à agência de conteúdo Newsflash

A maioria dos gatos foi descrita como saudável e alguns deles foram vendidos por cerca de R$ 180 (1.968 rublos), o que mostra que o capitalismo realmente não tem limites. Não foi informado se os compradores sabem do gosto por carne humana que os felinos podem ter adquirido.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Somente nesta quinta e sexta feira (27 e 28/01) – Cursos profissionalizantes e de máquinas pesadas em Rosário Oeste – VEJA AQUI
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

POLÍTICA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Add this code where the ad should appear:
Add this code before the tag: